12:05 17 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Navios de guerra da Marinha do Irã

    Irã anuncia exercícios navais com Rússia e China

    © AP Photo / Agência de Notícias Fars, Mahdi Marizad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    18732
    Nos siga no

    O Irã anunciou exercícios navais no Golfo de Omã com Rússia e China, segundo disse, no sábado (21), o chefe do departamento de assuntos internacionais do Estado-Maior Iraniano, brigadeiro-general Qadir Nezami.

    "Em breve e pela primeira vez após a revolução islâmica, serão realizados exercícios conjuntos com a Rússia e a China", afirmou Nezami, segundo publicou a agência de notícias Fars.

    Segundo ele, os exercícios com a participação dos três países serão realizados na parte norte do oceano Índico e no Golfo de Omã. Os exercícios têm vários objetivos, incluindo a troca de experiências, observou Nezami.

    Nezami também disse que chefes do Estado-Maior de vários países visitariam Teerã em breve, mas sem especificar quais e nem quando esses encontros aconteceriam.

    Em julho, o comandante da Marinha iraniana, o contra-almirante Hossein Khanzadi, disse que o Irã e a Rússia planejavam realizar exercícios conjuntos na região do oceano Índico até o final do ano. Ao mesmo tempo, ele não especificou a data dos exercícios. O ano iraniano começa em março e, portanto, os exercícios podem ser realizados antes de janeiro ou março de 2020.

    O ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif, confirmou anteriormente as intenções de Teerã e Moscou de realizar exercícios navais conjuntos, observando que eles serão realizados no Oceano Índico e não são direcionados contra países terceiros. No entanto, à época o ministro não falou sobre a participação da China as manobras.

    Mais:

    China importa petróleo do Irã, apesar das sanções dos EUA, e Washington não pode fazer nada
    Rússia está disposta a fornecer sistemas S-400 para Irã
    Rússia, China, Irã e Venezuela usarão criptomoedas para desafiar EUA, diz relatório
    Rússia, Turquia e Irã acusam Israel de desestabilizar região com ataques
    Tags:
    Golfo de Omã, China, Rússia, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar