14:34 18 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Soldado norte-americano, à esquerda, sentado em veículo blindado perto da tensa linha de frente entre o Conselho Militar de Manbij, apoiado pelos EUA, e os combatentes apoiados pelos turcos, em Manbij, norte da Síria, 4 de abril de 2018

    EUA enviarão 150 tropas à Síria para patrulhas conjuntas com Turquia

    © AP Photo / Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    407
    Nos siga no

    O Departamento de Defesa dos EUA enviará cerca de 150 soldados ao nordeste da Síria para realizar patrulhas conjuntas com a Turquia.

    A decisão faz parte de uma série de medidas militares e diplomáticas, tomadas pelos Estados Unidos nas últimas semanas para aliviar as tensões nas relações com a Turquia sobre o apoio contínuo de Washington às unidades curdas, que operam no norte da Síria. A informação foi divulgada pelo jornal The New York Times nesta quinta-feira (12).

    De acordo com a publicação, as autoridades militares e diplomáticas dos EUA se recusaram a comentar o assunto.

    Atualmente, os Estados Unidos têm menos de mil soldados na Síria, envolvidos no combate aos restos mortais do grupo terrorista do Daesh (proibido na Rússia e em uma série de países).

    Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo)
    © AFP 2019 / DELIL SOULEIMAN
    Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo)
    Em agosto, os Estados Unidos e a Turquia chegaram a um acordo para criar uma zona de segurança no norte da Síria. O governo sírio se opôs ao acordo EUA-Turquia, rotulando-o como uma violação da soberania e da integridade territorial da Síria, bem como uma violação do direito internacional.

    Na terça-feira, o porta-voz da presidência turca Ibrahim Kalin disse que Ancara atuaria unilateralmente no norte da Síria, no caso dos EUA não implementarem o acordo alcançado.

    Mais:

    Turquia e EUA realizam 1ª patrulha terrestre da 'zona de segurança' na Síria, reporta mídia
    Especialista: EUA têm dificuldade em legitimar sua presença na Síria
    'Faremos nossa zona segura': Erdogan acusa os EUA de favorecer 'terroristas' na Síria
    Tags:
    militares, Turquia, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar