10:19 18 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro Grace 1 iraniano

    EUA pedem para prolongar detenção de petroleiro iraniano algumas horas antes de sua liberação

    © AP Photo / Marcos Moreno
    Oriente Médio e África
    URL curta
    9517
    Nos siga no

    Ministério da Justiça dos EUA pediu para deter o petroleiro iraniano Grace 1 em algumas horas do que as autoridades de Gibraltar pretendiam anunciar a sua libertação, informa o jornal Gibraltar Chronicle.

    O jurista, que representa o procurador geral do Gibraltar Michael Lamas, anunciou a inquirição dos EUA durante a breve audiência no Tribunal Supremo de Gibraltar. O jornal marca que na manhã da quinta-feira as autoridades do Gibraltar deveriam anunciar a libertação do petroleiro, mas, devido ao pedido dos EUA, a decisão foi adiada até 16h00 (10h00, Brasília), da quinta-feira.

    Como afirmou o presidente do Tribunal Supremo, Anthony Dudley, o navio "teria sido partido", senão a inquirição dos EUA.

    Antes, as fontes próximas do ministro principal do Gibraltar, Fabian Picardo, citadas pelo jornal The Sun, afirmaram que o Grace 1, detido em Gibraltar mais de mês atrás, será libertado na quinta-feira. Segundo os dados das fontes do jornal, Picardo, durante a audiência do Tribunal da quinta-feira, não planejava pedir o prolongamento da detenção do capitão do petroleiro, por causa do que ele tinha dado a obrigação por escrito ao ministro de Gibraltar.

    Em 4 de julho, as autoridades de Gibraltar suspeitaram o petroleiro iraniano Grace 1 em violação das sanções da ONU contra a Síria. No âmbito da investigação do caso, a polícia deteve o capitão, o ajudante superior do petroleiro e mais dois membros da tripulação. O tribunal prolongou a detenção deles até o dia 15 de agosto.

    Stena Impero, petroleiro com bandeira britânica
    © REUTERS / Stena Bulk
    Stena Impero, petroleiro com bandeira britânica

    Na noite de 19 de julho, a Marinha da Guarda Revolucionária do Irã deteve, no estreito de Ormuz, nas águas territoriais do Irã, o petroleiro do Reino Unido Stena Impero e depois acompanhou o para o porto de Bandar Abbas. A tripulação do petroleiro, de 23 pessoas está a bordo. As autoridades do Irã afirmaram que a tripulação do navio está de boa saúde e o navio fica no porto. O incidente com o Stena Impero assim se tornou uma resposta das autoridades iranianas para a detenção do petroleiro de Irã pelas autoridades de Gibraltar britânicas.

    Mais:

    Pompeo diz que tempo para agir contra o Irã está acabando
    Mídia: Exército do Reino Unido enfrenta crise de recrutamento
    Oficial iraniano afirma que coalizão dos EUA no golfo Pérsico 'jamais ocorrerá'
    Tags:
    EUA, Irã, Gibraltar, petroleiro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar