05:31 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Maquetas de mísseis e foguetes-portadores no território do Museu da Revolução Islâmica e Defesa Sagrada em Teerã, Irã

    EUA não respeitam o direito internacional, diz embaixador do Irã

    © Sputnik / Anton Bystrov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    1462

    O embaixador do Irã na ONU acusou nesta segunda-feira (24) os Estados Unidos de não respeitarem o direito internacional ao impor novas sanções contra Teerã, descrevendo as tensões entre os dois países como "realmente perigosas" e não ideais para negociações.

    "Você não pode iniciar um diálogo com alguém que está ameaçando você, que está intimidando você", disse o embaixador Majid Takht Ravanchi à imprensa. "Como podemos iniciar um diálogo com alguém cuja principal ocupação é colocar mais sanções contra o Irã? A atmosfera de tal diálogo ainda não está pronta".

    O embaixador iraniano falou enquanto o Conselho de Segurança da ONU fazia uma reunião fechada que foi convocada pelos Estado Unidos para discutir o Irã. 

    O presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou nesta segunda que irá aplicar sanções contra o líder supremo do Irã, o aiatolá Ali Khamenei. 

    "A situação é realmente perigosa e tudo o que devemos fazer é tentar reduzir a escalada da tensão", disse Ravanchi, conclamando os Estados Unidos a retirarem seus navios da região do Golfo e "se afastarem da guerra econômica contra o povo iraniano".

    Mais:

    Jornal revela desenvolvimento de 'planos clandestinos' dos EUA para conter Irã
    Militares russos irão realizar voo de observação sobre EUA
    Arábia Saudita adverte para riscos de guerra contra Irã
    Vice-chanceler do Irã diz que decisão sobre acordo nuclear é 'irreversível'
    Israel não permitirá que Irã obtenha armas nucleares, afirma Netanyahu
    Fome petroleira: o que será do mercado petrolífero global caso haja uma guerra entre EUA e Irã?
    Tags:
    Estados Unidos, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar