21:30 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    O destróier de mísseis guiados norte-americano Nitze

    A que pode levar decisão dos EUA de enviar destróier para golfo de Omã?

    © REUTERS / Peter Foley/File Photo
    Oriente Médio e África
    URL curta
    440
    Nos siga no

    A decisão dos EUA de enviar um destróier para o golfo de Omã está repleta de graves consequências negativas, que não podem deixar de preocupar a Rússia, disse à Sputnik o ex-embaixador russo nos EUA Sergei Kislyak, vice-presidente do Comitê de Relações Exteriores do Conselho da Federação (câmara alta do parlamento russo).

    "Trata-se de um passo, assim como qualquer outro passo, para aumentar a presença militar dos EUA nesta região, que não pode deixar de preocupar a Rússia. Tal decisão pode provocar grandes e longas consequências negativas", disse o senador.

    Kislyak acredita que a situação no golfo de Omã pode ser apresentada ao Conselho de Segurança da ONU para discussão pelas partes interessadas. O vice-presidente do comitê russo observou que a comunidade internacional deveria compreender com calma e objetividade a situação.

    "Agora, uma investigação imparcial e objetiva, ao invés de uma reação às fotos lançadas de origem desconhecida, é extremamente importante", ressaltou o senador.

    A imprensa tanto iraniana como árabe informou na quinta-feira (13) que os petroleiros Front Altair e Kokuka Courageous foram atacados no golfo de Omã.

    De acordo com alguns relatos, houve um ataque de torpedos, que resultou em explosões e incêndios nos navios, mas esses relatos não foram confirmados oficialmente. Os membros da tripulação do petroleiro Front Altair foram evacuados para o Irã. Marinheiros do petroleiro japonês Kokuka Courageous estão a bordo do destróier de mísseis Bainbridge da Marinha dos EUA. Os EUA acusaram o Irã pelo ataque.

    Mais:

    Khamenei: se o Irã quisesse armas nucleares, os EUA não poderiam fazer nada a respeito
    EUA 'não têm interesse' em novos conflitos no Oriente Médio, afirma militar
    Chanceler iraniano diz que EUA fazem 'diplomacia de sabotagem'
    Tags:
    senador, Destróier, região, EUA, Irã, Omã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar