05:57 23 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Screenshot de um vídeo das Forças de Defesa de Israel mostrando interior de túnel do Hezbollah sob a Linha Azul que separa Israel do Líbano

    Forças israelenses publicam VÍDEO de 'túnel de ataque' do Hezbollah antes da demolição

    © Twitter screenshot
    Oriente Médio e África
    URL curta
    312

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) publicaram imagens do interior de um enorme túnel escavado por militantes do grupo Hezbollah debaixo da fronteira israelo-libanesa.

    O vídeo gravado por soldados das IDF mostra o interior da passagem, que ostenta sistemas de eletricidade, ventilação e comunicações.

    Este foi o último túnel encontrado, em 13 de janeiro, durante a operação Escudo do Norte para expor e neutralizar as instalações subterrâneas fronteiriças construídas pelo grupo militante. É considerado o mais profundo e extenso de todos os seis descobertos desde dezembro de 2018.

    Inicialmente, foi relatado que o túnel teria sido escavado a uma profundidade de aproximadamente 55 metros e que se entendia por quase 790 metros, mas a instalação acabou sendo muito maior.

    Na quinta-feira (30), o jornal Times of Israel informou que a passagem se encontrava a 79 metros de profundidade e tinha 1.000 metros de comprimento.

    O túnel se inicia próximo à aldeia libanesa de Ramiya, perto de uma área que faz fronteira com Israel, e penetra 76 metros em território israelense, saindo à superfície perto das comunidades israelenses de Zarit e Shtula.

    ​Um olhar exclusivo dentro de um túnel de ataque do Hezbollah construído para matar famílias israelenses

    "Estamos neutralizando o principal túnel do grupo terrorista Hezbollah. Este é um túnel de ataque", disse o coronel Roi Levi, comandante da Brigada Regional Baram.

    Acredita-se que os túneis foram feitos com a intenção de lançar ataques furtivos em território israelense pelo Hezbollah - uma milícia xiita com grande presença no sul do Líbano.

    O Hezbollah disse em janeiro que a construção de alguns dos túneis começou antes da guerra de 2006 com Israel, o que significaria que eles não estavam violando a Resolução 1701 do Conselho de Segurança das Nações Unidas, que acabou com a guerra e assegura a manutenção da Linha Azul que separa o Líbano de Israel. 

    Já as forças israelenses alegam que o túnel teria levado anos para ser concluído, negando que a instalação seja muito antiga.

    Israel iniciou a operação Escudo do Norte no início de dezembro e encerrou a campanha em meados de janeiro, dizendo que privou o Hezbollah de capacidades ofensivas únicas, construídas durante anos como parte de seu ataque planejado ao território israelense.

    Mais:

    Forças de Defesa de Israel destroem 5º túnel do Hezbollah (VÍDEO)
    Forças de Defesa de Israel encontram 3° túnel do Hezbollah (FOTO)
    Israel descobre 4º túnel de ataque do Hezbollah escavado desde o Líbano (VÍDEO)
    Tags:
    Forças de Defesa de Israel, Hezbollah, túnel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar