02:31 08 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Base militar russa de Hmeymim, Síria

    Terroristas lançaram 4 foguetes contra base russa na Síria; todos foram repelidos

    © Sputnik / Dmitry Vinogradov
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5181
    Nos siga no

    Nesta quinta-feira (23), o Ministério da Defesa russo comunicou que em 22 de maio, terroristas lançaram quatro foguetes em direção à base aérea russa de Hmeymim na Síria; todos os foguetes foram detectados e eliminados.

    "Aproximadamente às 19h [às 13h de Brasília], terroristas lançaram quatro projéteis a partir de um lança-foguetes em direção à base de Hmeymim. Todos os foguetes foram detectados a tempo pelos meios russos de defesa antiaérea e foram eliminados", comunicou o ministério.

    "Com um ataque preciso da Força Aeroespacial da Rússia, o lança-foguetes de terroristas na zona de desescalada em Idlib foi eliminado", acrescentou. 

    De acordo com o comunicado do ministério russo, as tropas sírias, apoiadas pela Força Aeroespacial da Rússia, continuam contra-atacando terroristas da organização Frente al-Nusra (proibida na Rússia e em vários outros países) nas regiões meridionais da zona de desescalada de Idlib.

    O ministério relatou que, além disso, terroristas lançaram cinco bombas a partir de drones contra a usina elétrica de al-Zara, localizada a noroeste da cidade de Hama.

    "Dois VANT terroristas efetuaram lançamento de bombas contra a usina elétrica de al-Zara, situada a noroeste da cidade de Hama. Contra o prédio da usina foram jogadas cinco bombas caseiras", comunicou, acrescentando que um dos drones foi abatido pelas tropas sírias e que a usina foi ligeiramente danificada, sem ter causado vítimas.

    O Ministério da Defesa russo apontou também que, desde 22 de maio, os terroristas estão tentando tomar controle sobre o povoado de Kafr Nabudah. Como resultado, os combatentes perderam dois tanques, três lança-foguetes e mais de 140 pessoas.

    Mais:

    Comitê do Senado dos EUA aprova projeto que prevê sanções para quem negociar com a Síria
    Moscou: suposto uso de armas químicas na Síria precisa ser investigado
    EUA querem que Rússia se junte às pressões contra Irã na Síria
    Tags:
    ataques, terroristas, base aérea Hmeymim, Frente al-Nusra, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar