00:00 26 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Exército sírio repele contraofensiva dos terroristas no norte da província e Hama

    Exército sírio elimina posições da Frente al-Nusra no norte de Hama

    © Sputnik / Mikhail Voskresenskiy
    Oriente Médio e África
    URL curta
    480

    O exército da República Árabe Síria abriu fogo e destruiu as posições da Frente al-Nusra de onde foram efetuados os recentes bombardeios das cidades de Mahardah e Salhab, localizadas na província de Hama.

    Segundo informou a agência nacional síria SANA, na terça-feira (30), os militantes lançaram foguetes contra duas povoações no norte da província de Hama, causando grandes danos materiais. Ademais, um civil ficou ferido em resultado do ataque.

    O bombardeio foi realizado por grupos armados posicionados na cidade de Qalaat Al Madiq, no noroeste da província de Hama. Na segunda-feira (29), os terroristas já haviam disparado foguetes contra as cidades de Al-Suqaylabiyah e Shathah, violando assim, mais uma vez, o cessar-fogo na zona desmilitarizada estabelecida na província de Idlib.

    Os grupos armados terroristas violam frequentemente o regime de cessar-fogo estabelecido em diferentes partes do país, bombardeando com foguetes várias povoações e posições das tropas governamentais nas províncias de Alepo, Latakia, Hama. Em resposta, o Exército sírio realiza ofensivas contra estas posições terroristas.

    A Síria está em estado de guerra civil desde 2011, com as forças do governo combatendo contra numerosos grupos armados de oposição e organizações terroristas. A Rússia, juntamente com a Turquia e o Irã, é uma fiadora do regime de cessar-fogo na Síria, também fornecendo ajuda humanitária constante para os moradores do país devastado pela crise.

    Mais:

    Militantes violam cessar-fogo em duas províncias da Síria, diz Rússia
    Relatos: coalizão liderada pelos EUA matou mais de 1.600 civis na cidade síria de Raqqa
    Capacetes brancos preparam novas provocações na Síria, diz enviado russo na ONU
    Tags:
    terroristas, posições, militantes, ataque, bombardeio, ofensiva, Exército Sírio, Hama, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar