11:15 15 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Presidente dos EUA, Donald Trump em frente à logo da OTAN.

    EUA revogam isenções sobre sanções ao petróleo do Irã

    © Sputnik / Alexey Vitvitskiy
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12119
    Nos siga no

    O Departamento de Estado dos Estados Unidos anunciará na segunda-feira (22) o cancelamento das isenções sobre sanções para a importação do petróleo iraniano, segundo informou a mídia local citando fontes anônimas do departamento.

    O secretário de Estado dos EUA, Mike Pompeo, fará o anúncio na manhã da segunda-feira (22), horário local, segundo informou o jornal Washington Post. Pompeo dirá aos jornalistas que, a partir de 2 de maio, o Departamento de Estado não concederá mais nenhuma isenção sobre as sanções, que hoje permitem que países importadores de petróleo iraniano continuem a fazê-lo.

    Em maio de 2018, o presidente dos EUA, Donald Trump, anunciou a retirada de Washington do acordo nuclear com o Irã.
    Isso desencadeou a reimposição de sanções contra o Irã, anteriormente levantadas sob o acordo. Duas rodadas de sanções foram reintroduzidas desde então, incluindo restrições em grande escala sobre as exportações de petróleo do Irã para outros países.

    No início de novembro de 2018, Washington concedeu isenções de seis meses das sanções petrolíferas contra Teerã a oito países dependentes das importações de energia iranianas. Esses países são Grécia, Itália, Taiwan, China, Índia, Turquia, Japão e Coreia do Sul.

    Os EUA querem que todos os países eventualmente cortem suas importações de petróleo do Irã para zero. Isso provavelmente terá impacto significativo sobre a economia do país, onde as exportações de petróleo são uma das principais fontes de receita do Estado.

    Mais:

    Bulgária apreende quase 300kg de heroína em caminhão vindo do Irã
    Irã, Iraque e Síria planejam conectar seus sistemas ferroviários
    Sanções dos EUA contra Venezuela e Irã beneficiam Rússia
    Embaixador: Irã está pronto para dar aos EUA uma resposta forte no terreno
    Tags:
    petróleo, sanções econômicas, Departamento de Estado, The Washignton Post, Mike Pompeo, Washington, Irã, China, Índia, Taiwan, Grécia, Turquia, Coreia do Sul, Japão, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar