06:01 12 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Flag of the Islamic State in the conflict zone

    Daesh foi derrotado como Estado, mas pode voltar, afirma enviado dos EUA

    © Sputnik / Andrey Stenin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    111
    Nos siga no

    O grupo terrorista Daesh foi derrotado como um Estado, mas pode ressurgir no futuro, afirmou nesta segunda-feira o representante especial dos EUA para o envolvimento sírio, James Jeffrey, em uma conferência anual sobre as relações EUA-Turquia.

    "[O Daesh] foi derrotado como Estado, mas pode voltar", disse Jeffrey em seu discurso na conferência.

    Jeffrey apontou que a Turquia, a Rússia e o Irã estão entre os principais protagonistas do lado sírio, e o papel dos dois últimos representa uma preocupação para Ancara.

    "A presença da Rússia e do Irã é uma grande preocupação para a Turquia", ponderou Jeffrey.

    O representante especial observou que o governo do presidente da Síria, Bashar Assad, controla 60% da Síria, mas não especificou quem controla o restante do território sírio.

    Em 22 de março, a porta-voz da Casa Branca, Sarah Huckabee Sanders, declarou que o califado territorial do Daesh foi eliminado na Síria.

    O embaixador da Síria na ONU, Bashar Jaafari, informou mais tarde naquele dia que um "Daesh" nunca existiu, mas uma rede de terroristas patrocinada pela inteligência americana e britânica e enviada para a Síria, principalmente da Turquia.

    Mais:

    Daesh afirma ter matado 13 soldados nigerianos
    Daesh planeja novos ataques terroristas na Europa e na Síria, revela jornal britânico
    Trump promete que EUA lutarão contra Daesh 'sempre que o grupo operar'
    Tags:
    jihadismo, violência, terrorismo, califado, ONU, Daesh, Bashar Jaafari, Sarah Huckabee Sanders, Bashar Assad, James Jeffrey, Irã, Rússia, Síria, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar