09:16 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Tanques T-72 (imagem referencial)

    Tanque muito raro das forças de Haftar é capturado em FOTO na Líbia

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3171

    Durante a batalha pela capital da Líbia, Trípoli, nas ruas da cidade foi avistado um tanque T-72 Ural, um dos poucos preservados nesse país, que está ao serviço do Exército Nacional da Líbia (LNA) comandado pelo marechal Khalifa Haftar.

    O portal Russkoe Oruzhie indica que quando começou a guerra civil, segundo várias estimativas, mais de duas centenas e meia destes tanques estariam em serviço na Líbia. Entretanto, deve se referir que a Líbia se tornou um dos primeiros aliados árabes da União Soviética a receber esse equipamento militar.

    O atualmente raro (na Líbia) T-72 Ural das forças do LNA

    Estes tanques foram uma modificação de exportação com um telémetro óptico e proteção de blindagem simplificada. Eles estavam armados com um canhão de 125 mm, uma metralhadora coaxial PKT de 7,62 mm e uma metralhadora antiaérea NSVT de 12,7 mm.

    Com 780 cavalos de potência, sua velocidade máxima é de 60 km/h em estrada com uma autonomia de 500 km. Segundo a publicação, já em 1981 estes tanques participaram de operações de combate no Chade, onde demonstraram uma fiabilidade elevada.

    No século XXI, o T-72 Ural já era considerado obsoleto e estavam sendo estudadas opções para sua modernização, mas tudo se inviabilizou por causa da guerra civil. Em combate, um número significativo destes tanques foi destruído pelos ataques aéreos da OTAN.

    Mais:

    Aviação das forças de Trípoli ataca instalações de Haftar, diz fonte
    Exército do marechal Haftar assume controle sobre campo militar ao sul de Trípoli
    Governo do Acordo Nacional acusa forças de Haftar de atacar escola na Líbia
    Tags:
    soviéticas, produção, tanque, T-72, Khalifa Haftar, Líbia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar