05:57 24 Maio 2019
Ouvir Rádio
    Cartum, capital do Sudão e segunda maior cidade do país

    Polícia fecha universidade no Sudão após relatos de tiros

    CC BY 2.0 / Christopher Michel / Khartoum, Sudan
    Oriente Médio e África
    URL curta
    110

    A polícia sudanesa decidiu fechar o acesso à Universidade de Cartum, na capital do país, após homens desconhecidos abrirem fogo na instituição neste sábado, informou o Al Arabiya.

    Até o momento, não há relatos de vítimas ou sobre o motivo do ataque.

    Mais cedo, o chefe do governo militar de transição do Sudão, Abdel Fattah Abdelrahman Burhan, anunciou o cancelamento do estado de emergência que havia sido declarado no país. 

    "Eu anuncio a suspensão do estado de emergência e do toque de recolher", disse ele por meio de uma nota obtida pela Sputnik, reforçando a ideia de ceder o poder para um governo civil dentro de dois anos.

    Na última quinta-feira, o ministro da Defesa do Sudão, Awad Mohamed Ahmed Ibn Auf, informou que o então presidente Omar Bashir havia sido detido e um conselho militar foi colocado em seu lugar para governar o país de maneira interina. 

    Os recentes protestos no Sudão, iniciados em dezembro, tiveram como motivo o aumento no preço do pão, mas, logo em seguida, os manifestantes passaram a fazer outras demandas, como a saída do presidente Bashir, que estava no poder há cerca de 30 anos.

    Mais:

    Crise do Sudão teria sido plano do Ocidente?
    Palácio presidencial pega fogo no Sudão
    Protestos violentos deixam quase 20 mortos e centenas de feridos no Sudão
    Tags:
    Abdel Fattah Abdelrahman Burhan, Awad Mohamed Ahmed Ibn Auf, Omar al-Bashir, África, Sudão, Cartum
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar