14:40 15 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    560
    Nos siga no

    Militantes violaram o cessar-fogo nas províncias sírias de Latakia, disse Aleppo e Idlib, chefe do Centro de Reconciliação Síria do Ministério da Defesa da Rússia, Viktor Kupchishin, em entrevista coletiva.

    "Durante o dia, militantes atacaram Arafit (uma vez), Safsafa (uma vez), Shar-al-Sakhab (uma vez), Bsharfa (uma vez), Ikko (uma vez), Jubb-al-Mgara (uma vez) na província de Latakia, Krakh (uma vez), Aleppo (duas vezes) na província de Aleppo e Sukari (uma vez) na província de Idlib", disse Kupchishin.

    Kupchishin observou que o Centro Russo de Reconciliação realizou uma operação humanitária na aldeia de Umm-Jumn, na província de Aleppo, onde os moradores "receberam 500 kits de comida". No total, militares russos realizaram mais de 2 mil operações humanitárias e entregaram pelo menos 3.157 toneladas aos civis do país desde o início do processo de assentamento.

    A Rússia continua restaurando a infraestrutura da Síria devastada pela guerra. De acordo com o oficial, militares reconstruíram mais de 30 mil casas residenciais, mais de 800 instalações educacionais e pelo menos 150 centros médicos.

    As forças armadas russas também estabeleceram um corredor humanitário e o posto de controle móvel em Jleb, a fim de evitar um desastre humanitário no campo de refugiados de Rukban, afirmou Kupchishin. O campo, que abriga cerca de 40 mil pessoas deslocadas, está localizado no sul da Síria, não muito longe da Jordânia. A área é agora uma zona controlada pelos Estados Unidos.

    Tags:
    Centro Russo de Reconciliação Síria, Viktor Kupchishin, Rukban, Síria, Idlib, Aleppo, Krakh, Sukkari, Bsharfa, Shar-al-Sakhab, Safsafa, Arafit, Estados Unidos, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar