14:17 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Ministro das Relações Exteriores do Irã, Mohammad Javad Zarif

    Irã e União Europeia chegam a acordo para driblar sanções dos EUA

    © REUTERS / Leonhard Foeger
    Oriente Médio e África
    URL curta
    2142

    A chefe de política externa da União Europeia, Federica Mogherini, e o chanceler iraniano, Mohammad Javad Zarif, assumiram compromisso de cooperar para a implementação do Instrumento de Apoio ao Comércio Exterior (INSTEX) com o Irã, o que permite contornar sanções impostas pelos EUA.

    A informação foi divulgada neste sábado pelo Serviço Europeu para a Ação Externa (SEAE) através de um comunicado.

    "Eles discutiram o estado da implementação do Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA). A Alta Representante reiterou a firme determinação da UE em preservar o JCPOA, que continua a cumprir seus objetivos e é crucial para a segurança regional e global. Ela também sublinhou a necessidade de uma continuação plena e efetiva do acordo por todas as partes e, a este respeito, tanto a Alta Representante Mogherini como o Ministro Zarif discutiram o recente registro do INSTEX na França e se comprometeram a trabalhar em juntos para a sua operacionalização posterior", afirmou o comunicado divulgado após as conversas entre ambos, realizadas à margem da Conferência de Segurança de Munique.

    Os diplomatas também abordaram os direitos humanos e as crises do Oriente Médio. No final de janeiro, Alemanha, França e Reino Unido anunciaram a criação do INSTEX, que inicialmente trataria de alimentos e remédios.

    As sanções dos EUA contra Teerã foram restabelecidas em 2018 depois que os Estados Unidos se retiraram do JCPOA, o acordo nuclear iraniano, que previa o alívio das sanções econômicas contra Teerã em troca da promessa do Irã de manter seu programa nuclear pacífico.

    Os outros países signatários do acordo nuclear com o Irã — China, França, Alemanha, Irã, Rússia, Reino Unido e União Europeia — criticaram a retirada de Washington do acordo e a reimposição de sanções, dizendo que elas ameaçavam não apenas o Irã, mas também países e empresas que continuaram a fazer negócios com Teerã.

    Nesse contexto, os demais signatários do JCPOA concordaram que um mecanismo especial seria estabelecido para facilitar o comércio entre empresas e o Irã, em meio às sanções dos EUA.

    Tags:
    sanções econômicas, acordo nuclear, Instrumento de Apoio ao Comércio Exterior (INSTEX), Plano Conjunto de Ação Integral (JCPOA), Conferência de Segurança de Munique (MSC), Serviço Europeu para a Ação Externa (SEAE), Federica Mogherini, Mohammad Javad Zarif, Teerã, Oriente Médio, União Europeia, Irã, Reino Unido, Alemanha, China, França, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar