10:14 25 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldado norte-americano, à esquerda, sentado em veículo blindado perto da tensa linha de frente entre o Conselho Militar de Manbij, apoiado pelos EUA, e os combatentes apoiados pelos turcos, em Manbij, norte da Síria (foto de arquivo)

    EUA teriam enviado blindados para Síria após decisão de se retirarem do país (VÍDEO)

    © AP Photo / Hussein Malla
    Oriente Médio e África
    URL curta
    413

    As Forças Armadas dos EUA teriam transportado cerca de 150 caminhões com veículos blindados e geradores de energia do Iraque para o noroeste da Síria.

    De acordo com a agência turca Anadolu, que citou fontes locais, na madrugada de 4 de fevereiro, os caminhões passaram pelo posto de controle de Simelka, na fronteira entre o Iraque e a Síria, e em 5 de fevereiro, chegaram aos centros logísticos dos EUA nos distritos sírios de Jarab Ishk e Sirrin, que estão sob controle conjunto das formações norte-americanas e curdas. 

    ​O vídeo divulgado pela Anadolu mostra caminhões carregados com geradores de energia, que podem ser utilizados nas bases militares dos EUA posicionadas na Síria ou na construção de novas estruturas na região. 

    Nas imagens também se podem ver veículos blindados multiusos Humvee, previamente fornecidos pelo Pentágono para as Forças Democráticas da Síria (FDS).

    Isto acontece após a decisão sobre a retirada das tropas dos EUA da Síria, anunciada pelo presidente norte-americano, Donald Trump, em dezembro, quando ele também declarou vitória sobre o grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em vários outros países). Ao mesmo tempo, a Casa Branca prometeu que a luta da coalizão internacional liderada pelos EUA contra o terrorismo continuaria.

    Mais:

    General dos EUA indica quanto falta para exterminar Daesh da Síria
    Rússia: FDS curdas bloqueiam comboio de ajuda humanitária na Síria por ordens dos EUA
    Tags:
    veículo blindado, Anadolu, Iraque, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar