10:48 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Soldados israelenses bloqueando estrada na fronteira com o Líbano na cidade de Metula, norte de Israel, 4 de dezembro de 2018

    Israel teria treinado secretamente soldados na Europa para destruir túneis do Hezbollah

    © AP Photo / Ariel Schalit
    Oriente Médio e África
    URL curta
    253

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) lançaram na terça-feira (4) uma operação para destruir túneis do movimento libanês xiita Hezbollah. Segundo uma fonte do jornal Haaretz, Israel enviou soldados à Europa para serem treinados para a missão.

    Nomeadamente, a edição diz que Israel teria enviado um ano atrás 11 membros do Corpo de Engenheiros para a Europa para aprenderem a escavar solo rochoso, que é comum na fronteira libanesa. De acordo com a edição, as pessoas envolvidas pensavam se tratar de um treinamento rotineiro, porque as preparações para a operação Northern Shield eram secretas.

    Após as IDF terem reconhecido em 2015 a necessidade de lidar com os túneis subterrâneos do Hezbollah, o Corpo de Engenheiros determinou que o solo na fronteira com o Líbano era diferente do terreno nas áreas perto da Faixa de Gaza.

    "Entendemos que tivemos que treinar as pessoas para escovar. Encontramos tais túneis na Segunda Guerra do Líbano [julho-agosto de 2006]. Nós os chamamos de ‘reservas naturais' que serviam de centros de comando subterrâneos", disse um oficial israelense, citado pelo Haaretz.

    Segundo o artigo, durante o treinamento na Europa, engenheiros israelenses receberam experiência dos melhores especialistas na área. Militares do Corpo de Engenheiros que estudaram na Europa participam da operação em alguns lugares ao longo da fronteira, em outras áreas civis estão escavando. 

    As Forças de Defesa de Israel (IDF) lançaram em 4 de dezembro a operação Northern Shield (Escudo do Norte) para neutralizar todos os túneis do Hezbollah supostamente destinados à entrada de grupos de sabotagem no território de Israel. O Exército do Líbano, por sua vez, qualificou as acusações de Israel como "meras alegações", segundo a agência NNA.

    O primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, visitou recentemente a fronteira para mostrar um dos túneis a diplomatas de outros países a fim de persuadi-los a sancionar o Hezbollah.

    O ex-ministro da Defesa de Israel, Moshe Ya'alon, confessou que os oficiais do país omitiram por anos a existência dos túneis escavados pelo Hezbollah antes de as IDF terem anunciado o lançamento da operação para iludir aqueles que estavam trabalhando na construção do túnel.

    Mais:

    Líbano mantém atenção na fronteira após operação anti-Hezbollah liderada por Israel
    Israel insiste em reunião urgente do Conselho de Segurança para condenar o Hezbollah
    Tags:
    túneis, escavação, operação militar, Haaretz, Forças de Defesa de Israel, Hezbollah, Benjamin Netanyahu, Líbano, Israel, Europa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik