20:46 10 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Acampamento de refugiados Rukban no sul da Síria (arquivo)

    Roubo e tráfico: EUA são os culpados pela tragédia no campo sírio de Rukban, diz Rússia

    © AP Photo / Raad Adayleh
    Oriente Médio e África
    URL curta
    381

    Os EUA são responsáveis pela situação humanitária catastrófica no campo de refugiados de Rukban, na Síria, pois ocuparam ilegalmente esse território, disse nesta sexta-feira Yury Tarasov, representante do Ministério da Defesa da Rússia em forças-tarefa sobre questões humanitárias e de cessar-fogo em Genebra.

    "Toda a responsabilidade pela situação escandalosa em Rukban é dos EUA, pois ocupa o território ilegalmente e usa os problemas humanitários do campo de refugiados para legitimar sua presença militar no sul da Síria. Acreditamos que a eliminação de uma zona de 55 km ao redor de At-Tanf [onde uma base militar dos EUA está localizada] resultará no fechamento do campo de Rukban", afirmou Tarasov em uma conferência dos centros de refugiados russos e sírios.

    Ele especificou que os representantes russos nos grupos de trabalho sobre questões humanitárias e de cessar-fogo estavam prontos a cooperar com organizações internacionais para resolver a crise humanitária do campo de Rukban e evacuar todos os refugiados dispostos a abandoná-la.

    Os Estados Unidos deveriam parar imediatamente a "ocupação ilegal da zona de 55 km ao redor de Tanf", endossou Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle de Defesa Nacional da Rússia.

    O chefe do centro acrescentou que as Nações Unidas e toda a comunidade internacional deveriam ajudar "imediatamente iniciar este processo e resolver o problema de uma vez por todas".

    Segundo Mizintsev, isso permitirá que os refugiados deixem o campo, onde enfrentam inúmeras dificuldades.

    Tarasov sublinhou que a administração local não conseguiu garantir a segurança pessoal dos refugiados no campo. Segundo ele, roubo, prostituição, tráfico de pessoas, desigualdade de gênero e exploração sexual de menores são extremamente difundidos no campo.

    "Muitas pessoas deslocadas temporariamente no campo não têm documentos. Há apenas 4 escolas primárias em Rukban inteira, alguns dos professores são voluntários entre os refugiados que trabalham sem remuneração e sem livros didáticos", revelou Tarasov.

    O porta-voz do Pentágono, Eric Pahon, disse no ano passado que, desde o início do conflito na Síria, os Estados Unidos forneceram apoio financeiro e operacional significativo às agências da ONU que operam em Rukban.

    Mais:

    EUA pretendem rejeitar resolução da ONU pedindo que Israel devolva Golã à Síria
    Síria: ao menos 17 civis morrem após ataque da coalizão liderada pelos EUA
    Coalizão liderada pelos EUA usou bombas de fragmentação em Deir ez-Zor, diz mídia síria
    Tags:
    diplomacia, crise síria, refugiados, campo de refugiados, Pentágono, ONU, Mikhail Mizintsev, Yury Tarasov, Eric Pahon, At-Tanf, Rússia, Estados Unidos, Síria, Rukban
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik