20:09 17 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Acampamento de refugiados Rukban no sul da Síria (arquivo)

    Roubo e tráfico: EUA são os culpados pela tragédia no campo sírio de Rukban, diz Rússia

    © AP Photo / Raad Adayleh
    Oriente Médio e África
    URL curta
    381
    Nos siga no

    Os EUA são responsáveis pela situação humanitária catastrófica no campo de refugiados de Rukban, na Síria, pois ocuparam ilegalmente esse território, disse nesta sexta-feira Yury Tarasov, representante do Ministério da Defesa da Rússia em forças-tarefa sobre questões humanitárias e de cessar-fogo em Genebra.

    "Toda a responsabilidade pela situação escandalosa em Rukban é dos EUA, pois ocupa o território ilegalmente e usa os problemas humanitários do campo de refugiados para legitimar sua presença militar no sul da Síria. Acreditamos que a eliminação de uma zona de 55 km ao redor de At-Tanf [onde uma base militar dos EUA está localizada] resultará no fechamento do campo de Rukban", afirmou Tarasov em uma conferência dos centros de refugiados russos e sírios.

    Ele especificou que os representantes russos nos grupos de trabalho sobre questões humanitárias e de cessar-fogo estavam prontos a cooperar com organizações internacionais para resolver a crise humanitária do campo de Rukban e evacuar todos os refugiados dispostos a abandoná-la.

    Os Estados Unidos deveriam parar imediatamente a "ocupação ilegal da zona de 55 km ao redor de Tanf", endossou Mikhail Mizintsev, chefe do Centro de Controle de Defesa Nacional da Rússia.

    O chefe do centro acrescentou que as Nações Unidas e toda a comunidade internacional deveriam ajudar "imediatamente iniciar este processo e resolver o problema de uma vez por todas".

    Segundo Mizintsev, isso permitirá que os refugiados deixem o campo, onde enfrentam inúmeras dificuldades.

    Tarasov sublinhou que a administração local não conseguiu garantir a segurança pessoal dos refugiados no campo. Segundo ele, roubo, prostituição, tráfico de pessoas, desigualdade de gênero e exploração sexual de menores são extremamente difundidos no campo.

    "Muitas pessoas deslocadas temporariamente no campo não têm documentos. Há apenas 4 escolas primárias em Rukban inteira, alguns dos professores são voluntários entre os refugiados que trabalham sem remuneração e sem livros didáticos", revelou Tarasov.

    O porta-voz do Pentágono, Eric Pahon, disse no ano passado que, desde o início do conflito na Síria, os Estados Unidos forneceram apoio financeiro e operacional significativo às agências da ONU que operam em Rukban.

    Mais:

    EUA pretendem rejeitar resolução da ONU pedindo que Israel devolva Golã à Síria
    Síria: ao menos 17 civis morrem após ataque da coalizão liderada pelos EUA
    Coalizão liderada pelos EUA usou bombas de fragmentação em Deir ez-Zor, diz mídia síria
    Tags:
    diplomacia, crise síria, refugiados, campo de refugiados, Pentágono, ONU, Mikhail Mizintsev, Yury Tarasov, Eric Pahon, At-Tanf, Rússia, Estados Unidos, Síria, Rukban
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar