14:08 14 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    A chanceler alemã Angela Merkel participa de uma sessão plenária do parlamento alemão Bundestag em Berlim.

    Merkel exige explicação da Arábia Saudita sobre a morte de Khashoggi

    © AP Photo / Michael Kappeler
    Oriente Médio e África
    URL curta
    550

    A chanceler alemã, Angela Merkel, e o ministro das Relações Exteriores, Heiko Maas, reagiram ao recente anúncio do promotor-geral saudita sobre a morte do colunista do Washington Post, Jamal Khashoggi.

    "Condenamos este ato nos termos mais fortes", disse Angela Merkel e a ministra de Relações Exteriores da Alemanha, Heiko Maas, em um comunicado conjunto divulgado no sábado. "Esperamos transparência da Arábia Saudita sobre as circunstâncias de sua morte… A informação disponível sobre os eventos no consulado de Istambul é inadequada."

    Merkel e Maas expressaram suas condolências aos amigos e familiares de Khashoggi, acrescentando que os responsáveis ​​por sua morte devem ser responsabilizados.

    No início do dia, o promotor-geral saudita confirmou a morte do jornalista Jamal Khashoggi na construção do consulado saudita em Istambul. Segundo ele, o trágico evento foi causado por uma briga entre Khashoggi e pessoas que o encontraram no consulado em 2 de outubro.

    Mais:

    Trump lamenta morte de jornalista, mas defende Arábia Saudita para contrapor o Irã
    G7 pede 'punição a todos os responsáveis' por desaparecimento de jornalista saudita
    Washington Post pede mais pressão sobre Arábia Saudita em caso de jornalista desaparecido
    Chanceler turco vai discutir com Pompeo caso de jornalista saudita desaparecido
    Trump defende Riad e diz que 'assassinos desonestos' podem ter matado jornalista saudita
    Tags:
    Ministério das Relações Exteriores da Alemanha, Jamal Khashoggi, Heiko Maas, Angela Merkel, Arábia Saudita, Turquia, Istambul
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik