09:36 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Atentado na Tunísia.

    Presidente da Tunísia mantém estado de emergência até novembro

    © AP Photo / Ben Ali Salah
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 0 0

    O presidente da Tunísia, Beji Caid Essebsi, anunciou nesta sexta-feira (5) que ampliará por um mês o estado de emergência no país, disse o gabinete presidencial, apontando para a situação da segurança nacional.

    "O presidente decidiu prolongar o estado de emergência em toda a República em um mês, a partir de 8 de outubro", disse o comunicado.

    O anúncio foi feito logo após o presidente receber os ministros do Interior e da Defesa Nacional no Palácio de Cartago, na região de Túnis. Eles discutiram a segurança e a ameaça do terrorismo no país.

    O estado de emergência na Tunísia foi imposto em 2015, após uma série de ataques terem matado dezenas de civis. Naquele ano, militantes mataram 23 turistas, em sua maioria europeus, em um ataque ao museu do Bardo, em Túnis, e 38 pessoas em um resort ao norte de Sousse.

     

    Mais:

    Mulheres na Tunísia se juntam pelo direito de receber a mesma herança que homens
    Confronto com militante islâmico e homem-bomba deixa dois mortos na Tunísia
    Sobrinho de suspeito do ataque em Berlim é preso na Tunísia
    Homem com faca ataca policiais perto do parlamento da Tunísia
    Tags:
    terrorismo, estado de emergência, Beji Caid Essebsi, Bardo, Sousse, Túnis, Tunísia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik