23:55 17 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Caça israelense F-16

    Mídia israelense sobre avião russo: Israel deverá 'explicar publicamente o ocorrido'

    © AFP 2018 / JACK GUEZ
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Il-20 russo derrubado na Síria (38)
    26482

    A mídia israelense comentou o incidente do avião russo Il-20 abatido na província síria de Latakia, que aconteceu em decorrência das ações das Forças de Defesa de Israel, reconhecendo parcialmente a culpa dos militares israelenses.

    Segundo o autor do artigo do jornal israelense Haaretz, o incidente "poderia ter sido parcialmente provocado (intencionalmente) por uma notificação tardia de Israel", assim como por uma série de fatores, entre os quais, segundo o correspondente, uma possível falta de coordenação de ações entre a Rússia e a Síria.

    O jornal salienta que Israel, provavelmente, será forçado em um futuro próximo a limitar a sua atividade militar na Síria e "explicar publicamente o ocorrido".

    Por sua vez, o Jerusalem Post observa que, antes, a retórica de Moscou em relação a Israel depois de incidentes envolvendo a aviação israelense não foi tão dura.

    Ao mesmo tempo, o jornal reconhece que a versão segundo a qual a Força Aérea de Israel poderia intencionalmente ter usado uma "artimanha" militar para enganar a defesa antiaérea síria, faz certo sentido. Isso se deve ao fato de que a notificação sobre o ataque foi recebida pela parte russa menos de um minuto antes do próprio ataque, o que não permitiu a remoção imediata do Il-20 para uma zona segura. 

    O Jerusalem Post conclui que a tragédia gera problemas para Israel visto que surgiu o perigo de o "equilíbrio frágil poder mudar". Segundo a publicação, a Rússia deixa claro que o incidente não foi um erro, mas sim resultado direto dos ataques aéreos israelenses contra a Síria.

    Outro jornal israelense, o Yedioth Ahronoth, ao contrário das publicações acima mencionadas, chama a versão de provocação deliberada de "infundada" e culpa as tropas do governo sírio pelo incidente.

    No entanto, o jornal se mostra apreensivo com os rumores sobre possíveis entregas de sistemas de mísseis S-300 ao exército sírio, o que pode complicar as atividades da aviação israelense na região. 

    A base aérea de Hmeymim perdeu contato com uma aeronave militar russa Il-20 na noite de segunda-feira (17) durante um ataque de 4 jatos F-16 israelenses contra alvos na província síria de Latakia. Como resultado, foram mortos 15 militares que estavam a bordo do avião russo.

    O Ministério da Defesa da Rússia disse nesta terça-feira (18) que os militares de Israel criaram deliberadamente uma situação perigosa usando a aeronave militar como um escudo contra os sistemas de defesa antiaérea da Síria. 

    O presidente da Rússia Vladimir Putin classificou o incidente como "sequência de circunstâncias trágicas".

    Tema:
    Il-20 russo derrubado na Síria (38)

    Mais:

    Trump diz que vai decidir sobre retirada de tropas na Síria quando o Daesh for erradicado
    Avião derrubado na Síria cumpria missão de reconhecimento, diz ministro russo
    Navios de guerra da OTAN se aproximam da Síria
    Tags:
    incidente, atividades militares, tragédia, Il-20, S-300, Força Aérea de Israel, Ministério da Defesa (Rússia), Vladimir Putin, Síria, Israel, Moscou, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik