03:54 19 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Ataques contra as posições do Daesh perto de Deir ez-Zor

    FOTO de suposto blindado suscita perguntas sobre papel da França no conflito sírio

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17124

    Uma foto com um suposto veículo militar francês na província síria de Deir ez-Zor suscitou perguntas sobre até que ponto Paris está envolvida no conflito no país árabe.

    O veículo em questão é um carro blindado de transporte de pessoal equipado com uma torre, parecido com o veículo de transporte de infantaria Aravis do exército francês. O veículo pode ser visto em segundo plano de uma foto mostrando as forças estadunidenses apoiando os grupos armados sírios que combatem o Daesh.

    O primeiro a chamar atenção para a imagem foi o jornalista Wassim Nasr da rede francesa France 24. Segundo ele, a foto teria sido publicada na quarta-feira (12) pela Força-Tarefa Conjunta de Operações Especiais dos EUA no Iraque e Síria, mas depois foi removida, talvez a pedido das autoridades francesas.

    A França faz parte da coalizão internacional na Síria liderada pelos EUA e participou ativamente da campanha aérea na região. Paris esteve nomeadamente envolvida no ataque aéreo conjunto com os EUA e o Reino Unido em abril deste ano, na sequência do alegado ataque químico em Douma, subúrbio de Damasco, naquele período controlado por rebeldes.

    Porém, o governo francês nunca disse possuir forças na província de Deir ez-Zor.

    O jornalista afirma que o veículo é francês: "Temos a certeza de que é um veículo francês por causa da sua marca — é um Aravis", disse, acrescentando que "apenas o Exército da França e da Arábia Saudita" possuem estes veículos e os sauditas não estão presentes em Deir ez-Zor.

    Nasr também ressaltou que veículos semelhantes foram vistos na Síria em "numerosas ocasiões", nos territórios controlados pelos militantes apoiados pelos EUA, como em Manbij.

    Nem o exército francês nem o americano comentaram a notícia da France 24.

    No fim de abril, o secretário de Defesa dos EUA, James Mattis, disse ao Congresso que a França tinha enviado forças especiais à Síria, "reforçando" a ação de Washington no combate ao grupo terrorista Daesh (proibido na Rússia e em outros países), mas não avançou detalhes.

    Mais:

    França quer relançar processo de paz na Síria sob égide da ONU
    Vice-chanceler russo: terroristas produzem armas na Síria com ajuda material do exterior
    Tags:
    veículo blindado, coalizão internacional, presença militar, Exército da França, Deir ez-Zor, Síria, Reino Unido, EUA, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik