04:30 13 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu

    Netanyahu acusa Europa de estar sendo frouxa com Irã

    © REUTERS / Ammar Awad
    Oriente Médio e África
    URL curta
    22318

    O primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, considerou nesta quarta-feira que os líderes europeus não estão enfrentando o Irã da maneira que deveriam, demonstrando uma atitude "inaceitável", segundo ele.

    "Chegou a hora de o mundo se unir na luta contra as organizações terroristas. Isso foi feito de certa maneira na luta contra o Estado Islâmico, mas não ocorre no caso do Irã", declarou o líder israelense em uma reunião ministerial. 

    O Irã, com seu programa nuclear e sua participação no conflito sírio, representa um dos temas centrais da política externa de Israel. Para Netanyahu, a Europa deveria seguir o exemplo dos Estados Unidos e se retirar do acordo firmado com Teerã em 2015, referente a seu programa nuclear, aplicando as devidas sanções. 

    "Enquanto o Irã envia células terroristas para a Europa, os líderes europeus acalmam a situação e se reconciliam de alguma forma com o Irã. Isso é inaceitável!", afirmou Netanyahu, destacando que Israel ajuda a abortar ataques planejados por essas supostas células terroristas, sobre as quais ele não deu detalhes. 

    Mais:

    Ex-ministro da Defesa diz que o Irã tem mísseis mais precisos do que o russo S-300
    Irã: presença dos EUA na Síria 'deve terminar imediatamente'
    EUA querem controlar Síria para favorecer Israel, diz chanceler sírio
    Mídia: Israel armou rebeldes no sul da Síria durante anos para conter Irã
    Tags:
    programa nuclear, Estado Islâmico, Benjamin Netanyahu, Irã, Europa, EUA, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik