21:41 20 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    A cidade síria de Idlib

    Rússia avisa o Ocidente para não brincar com fogo em Idlib

    © REUTERS / Ammar Abdullah
    Oriente Médio e África
    URL curta
    12332

    Moscou advertiu o Ocidente a não brincar com o fogo planejando provocações na região síria de Idlib, disse o ministro das Relações Exteriores, Sergey Lavrov.

    Ao oferecer uma conferência de imprensa em Moscou, juntamente com seu colega sírio, o ministro das Relações Exteriores disse que uma nova provocação ocidental está sendo preparada para impedir a operação antiterrorista em Idlib.

    "Com fatos concretos sobre a mesa, nós advertimos sem rodeios e através de nossos Ministérios de Defesa e Relações Exteriores para os nossos parceiros ocidentais para não brincar com o fogo", disse o diplomata.

    O ministro russo também disse que é inaceitável que os terroristas aproveitem a Zona de Distúrbios de Idlib, no noroeste da Síria, para lançar ataques contra a base militar russa em Hmeymim (província de Latakia) e o exército sírio.

    "É inadmissível que os terroristas de lá entrincheirados, primeiro da Frente Nusra (um grupo terrorista proibido na Rússia), tentem usar essa zona para planejar ataques contra as posições do Exército Sírio e até tentar atacar com drones o território do Base militar russa de Hmeymim", disse Lavrov em entrevista coletiva depois de se reunir em Moscou com seu colega sírio, Walid al Mualem.

    Em 25 de agosto, o porta-voz do Ministério da Defesa da Rússia, general Igor Konashénkov, denunciou que o movimento terrorista Nusra Front prepara uma provocação para acusar Damasco de usar armas químicas contra a população civil na província síria de Idlib.

    Segundo os militares, essa provocação serviria de pretexto para um novo ataque dos EUA, do Reino Unido e da França contra a infraestrutura da Síria.

    Tags:
    fogo, guerra, Idlib, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik