19:34 19 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Refinaria de gás em Asalouyeh, Irã

    Gigante de energia da China assume a participação da Total em projeto de gás no Irã

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17373

    A CNPC É maior empresa estatal de energia da China e assumiu a parte francesa de projeto de gás do Irã, mantido pela Total, informou a agência estatal iraniana IRNA citando a chefia da petrolífera NIOC.

    "A Corporação Nacional de Petróleo da China (CNPC) substituiu a francesa Total por 80,1% na fase 11 do South Pars (campo de gás)", disse o chefe de investimento da petrolífera estatal iraniana NIOC, Mohammad Mostafavi à agência estatal de notícias IRNA.

    A Total já tinha informado que desistiria do negócio, a menos que a União Europeia fosse capaz de blindar empresas do bloco de serem sancionadas pelos EUA. Não houve confirmação imediata do relatório pela CNPC.

    A retirada da empresa francesa ocorre após o reestabelecimento de sanções dos EUA ao Irã na segunda-feira (6), após a retirada unilateral de Trump do Plano de Ação Conjunto Global (também conhecido como Acordo Nuclear iraniano). Em seguida, Trump ameaçou sancionar qualquer país que negociasse com Teerã.

    Tags:
    Plano de Ação Conjunto Global, União Europeia, IRNA, NIOC, Corporação Nacional de Petróleo da China, Total, Donald Trump, Mohammad Mostafavi, Teerã, França, Irã, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik