01:28 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 40
    Nos siga no

    Nelson Chamisa, do partido opositor Movimento pela Mudança Democrática, declarou que venceu as eleições presidenciais no Zimbábue, o que seria um resultado histórico.

    Mais cedo nesta quarta-feira (1), a Comissão Eleitoral do Zimbábue afirmou que anunciará os resultados amanhã, na quinta-feira (2).

    "Obrigado Zimbábue […]. Eu estou lisonjeado com o apoio que me foi dado com um candidato presidencial. Nós vencemos a votação popular. Você votaram pela mudança total na última eleição! Nós vencemos esta juntos. Nenhum tipo de alteração de resultados irá alterar a sua VONTADE", postou Chamisa no Twitter.

    ​Na segunda-feira (30), os cidadãos do Zimbábue participaram de sua primeira eleição presidencial e parlamentar desde que Robert Mugabe foi removido do poder.

    O cartão de voto da eleição presidencial deste ano tinha 23 nomes, sendo os principais candidatos o atual presidente, Emmerson Mnangagwa, do partido da União Africana do Zimbábue, e o já citado Nelson Chamisa.

    Quase 130 partidos concorreram às cadeiras do Parlamento.

    Mais:

    China avança na África: em que sua estratégia é diferente da ocidental?
    Embaixada russa inicia repatriamento de corpos de jornalistas russos mortos na África
    Por que África do Sul fecha os olhos a assassínios de fazendeiros brancos
    Será que África do Sul está vivendo era de apartheid ao contrário?
    Como é a vida em comunidades africâneres na África do Sul?
    Angola, um aliado fiel da Rússia que pode ajudar a estreitar laços com África
    Tags:
    África, eleições, Nelson Chamisa, Emmerson Mnangagwa, Robert Mugabe, Zimbábue
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar