06:17 20 Outubro 2018
Ouvir Rádio
    Equipes médicas atendem feridos em explosão durante comício Emmerson Mnangagwa, em Bulawayono, no Zimbábue.

    Explosão em comício presidencial foi ato terrorrista, diz vice-presidente do Zimbábue

    © REUTERS
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 0 0

    A recente explosão que ocorrida em um estádio na cidade de Bulawayo, no sábado (23), durante um comício do presidente Emmerson Mnangagwa, foi um ato de terrorismo, disse o vice-presidente do Zimbábue, Constantino Chiwenga.

    No sábado (23), uma explosão aconteceu em Bulawayo durante uma campanha de Mnangagwa representando o partido governante ZANU-PF. O presidente não foi ferido e foi rapidamente levado do local. De acordo com os números mais recentes, o número de pessoas feridas na explosão é de 49.

    "Aquele ato de terrorismo que aconteceu em Bulawayo não é nada, não nos detém. Mas se os colegas que concorrem às eleições harmonizadas de 30 de julho estiverem com medo e assustados, eles receberão segurança", disse Chiwenga no domingo (24), conforme citado pelo o jornal Herald.

    O oficial se comprometeu a levar as pessoas responsáveis pelo incidente à justiça.

    Mais:

    África é o 'caminho para a liderança mundial da China'
    Ataque em mesquita na África do Sul deixa 3 mortos
    Tags:
    África, terrorismo, ZANU-PF, Emmerson Mnangagwa, Bulawayo, Zimbábue
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik