17:32 23 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    462
    Nos siga no

    O movimento xiita libanês Hezbollah deixará a Síria somente se as autoridades sírias solicitarem, disse o líder do grupo, Hassan Nasrallah.

    "Mesmo que o mundo inteiro se reúna e nós mande sair, não deixaremos a Síria. Apenas a pedido do comando sírio", disse Nasrallah à emissora Al Manar.

    O líder do Hezbollah enfatizou que, assim que o governo sírio decidir não precisar mais da ajuda do Hezbollah, o movimento se retirará da Síria no dia seguinte.

    "O Hezbollah não tem projeto próprio na Síria, nossa presença na Síria está relacionada ao desenvolvimento da situação", explicou.

    A Síria vive um conflito armado desde 2011, no qual as tropas do governo combatem facções armadas de oposição e grupos terroristas, como Daesh e Frente Nusra.

    Mais:

    EUA e países do Golfo adotam sanções contra o Hezbollah
    Hezbollah: Ataque de míssil da semana passada foi resposta à agressão de Israel na Síria
    Hezbollah nega explosão em instalação militar iraniana na Síria
    Próximos alvos? Ataque à Síria é recado para Irã e Hezbollah, diz ministro israelense
    Hezbollah lança game sobre luta contra o Daesh na Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar