10:31 16 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Soldado israelense caminha em antigo posto militar, usado para visitantes para ver as Colinas de Golã, perto da fronteira com a Síria, em 10 de maio de 2018

    'Irã está tentando transformar Síria em ponto de apoio para ataques a Israel'

    © AP Photo / Ariel Schalit
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo 2018 (18)
    1058

    Israel está pronto para adotar medidas preventivas para se proteger de ataques do Irã, que está tentando ganhar apoio no país vizinho – Síria, afirmou à Sputnik o ministro para Jerusalém e Assuntos da Diáspora de Israel, Zeev Elkin.

    "Nós vamos introduzir medidas preventivas nunca antes introduzidas, a fim de impedir o fortalecimento militar do Irã na Síria", declarou Elkin, momentos antes do Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF, na sigla em inglês).

    Os recentes ataques a Israel do território sírio foram citados pelo ministro como fonte de preocupação.

    "O Irã está tentando transformar Síria em ponto de apoio para ataques a Israel. Recentemente, Israel foi atacado por 30 mísseis lançados do território sírio. É claro que Israel não podia fechar os olhos para tal situação", acrescentou Elkin.

    A presença militar iraniana na Síria é também uma preocupação para o governo de Damasco, destacou a autoridade.

    "Ao invés de se beneficiar da estabilidade, o país [Síria] praticamente paga o preço pela agressão iraniana. Não tenho dúvidas de que os interesses israelenses, russos e sírios correspondem à suspensão da presença militar iraniana no território da Síria", disse Elkin.

    Israel declarou inúmeras vezes que não permitirá que o Irã transforme a Síria em uma base militar, e já lançou vários ataques a posições iranianas na Síria.

    Tema:
    Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo 2018 (18)

    Mais:

    Israel manobra com EUA para dar nova 'mordida' territorial?
    Israel burla lei ao permitir que Netanyahu declare guerra 'por conta própria'
    Israel não quer apurar violência contra palestinos e ministro manda UE 'para o inferno'
    Foi F-35 israelense que causou falha no sistema de defesa antiaérea da Síria?
    Coalizão dos EUA ataca alvos na Síria
    Tags:
    ministro, medidas, ataques, proteção, mísseis, Fórum Econômico Internacional de São Petersburgo (SPIEF), Zeev Elkin, Damasco, Irã, Síria, Jerusalém, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik