20:45 15 Novembro 2018
Ouvir Rádio
    Recep Tayyip Erdogan, presidente da Turquia

    Turquia promete permanecer na Síria e no Iraque até eliminar 'o último terrorista'

    © REUTERS / Umit Bektas
    Oriente Médio e África
    URL curta
    316

    Turquia continuará as operações militares no norte da Síria e do Iraque contra formações curdas, declarou o presidente, Recep Tayyip Erdogan, durante um comício político.

    "A Turquia continuará as operações na região para eliminar o último terrorista nos territórios no norte da Síria e no Iraque", disse Erdogan, citado pela Anadolu.

    O líder turco também disse que a Turquia está se tornando passo a passo o estado mais forte da região e em breve estará entre os maiores atores políticos internacionais.

    Ao mesmo tempo, as tentativas de redefinir as fronteiras e estabelecer um novo status quo na área "são quebrados contra a vontade da Turquia e do povo turco", disse Erdogan.

    Em 20 de janeiro, Ankara e seus aliados da oposição, Exército Sírio Livre, iniciaram em Afrin, no noroeste da Síria, a operação Ramo de Oliveira, visando atacar as tropas curdas (YPG).

    Para a Turquia, a YPG são uma extensão do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK), banido no país por ser considerado uma organização terrorista.

    Em 18 de março, Erdogan afirmou que a cidade de Afrin está sob o controle dos militares turcos e seus aliados.

    Damasco condenou a operação turca contra Afrin e sublinhou que a cidade é parte inalienável do território sírio.

    Mais:

    Síria será tema de reunião entre Rússia, Turquia e Irã
    Por que motivo Turquia revelou posição das tropas francesas na Síria?
    Erdogan: Turquia e Rússia combaterão terrorismo juntas na Síria
    'Não dêem um passo tão imprudente': Turquia alerta França sobre ações na Síria
    Fora 'forças ocupantes': Síria pretende dar resposta a EUA e Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik