15:04 16 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Militares israelenses usam gás lacrimogêneo contra os manifestantes palestinos na Faixa de Gaza, em 30 de março de 2018

    Exército de Israel deixa mais de 500 palestinos feridos, em Gaza

    © REUTERS / Amir Cohen
    Oriente Médio e África
    URL curta
    814

    Pelo menos 528 palestinos ficaram feridos após serem atacados pelo Exército israelense na fronteira de Gaza nesta sexta-feira (13), disse o porta-voz do Ministério da Saúde palestino, Ashraf Kedra, à Sputnik.

    "O número de feridos na fronteira com a Faixa de Gaza chegou a 528 pessoas, entre elas 14 médicos e dois jornalistas. Três dos feridos, incluindo os dois jornalistas, estão em estado grave", disse Kedra.

    Durante o dia, a assessoria de imprensa das Forças de Defesa de Israel (FDI) relatou que cerca de 10 mil palestinos participaram dos confrontos nesta sexta-feira (13) na fronteira de Gaza, lançando coquetel Molotov e fazendo repetidas tentativas a infraestrutura de segurança.

    Desde o dia 30 de março, dezenas de milhares de palestinos se reuniram ao longo da fronteira israelense em um protesto chamado Grande Marcha de Retorno. 

    Os palestinos estão exigindo o acesso a terras nativas que foram usadas para criar o estado de Israel. Espera-se que os protestos continuem até 15 de maio. Até agora, pelo menos 30 palestinos foram mortos e mais de 3 mil ficaram feridos enquanto as forças israelenses continuam a reprimir as manifestações.

    Mais:

    Representante do líder supremo: Irã pode destruir Israel
    Israel não permitirá que Irã avance em direção à sua fronteira, diz analista
    Irã promete permanecer em Damasco contra a 'agressão estrangeira' dos EUA e de Israel
    Irã atacará Israel ou mostrará moderação?
    Tags:
    exército israelense, conflito israel palestina, Forças de Defesa de Israel, Faixa de Gaza, Palestina, Israel
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik