07:08 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Ambulância na Turquia (foto de arquivo)

    Ataque contra universidade na Turquia deixa ao menos 4 mortos (VÍDEOS, FOTO)

    © AFP 2018 / ADEM ALTAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    123

    Pelo menos quatro pessoas morreram e três estão feridas em resultado de um ataque armado contra uma universidade no oeste da Turquia.

    Segundo informa a agência DHA, o incidente ocorreu na Universidade Osmangazi, localizada na cidade turca de Esquiceir, onde uma pessoa desconhecida abriu fogo.

    ​A agência comunica que quatro pessoas morreram, todas elas eram funcionárias da universidade.

    ​De acordo com informações disponíveis, um cientista da universidade abriu fogo. Como resultado, morreram dois professores, um vice-diretor da faculdade e um secretário.

    O agressor foi detido pela polícia. No entanto, as causas do ataque ainda não estão claras.

    Ao mesmo tempo, o jornal Yeni Safak cita a declaração do reitor da universidade, Hasan Gonen:

    "O pesquisador da universidade chamado Volkan, entrou no escritório do vice-diretor da faculdade, mas ele estava ausente neste momento. Lá se encontrava o secretário. Volkan abriu fogo contra ele, depois contra seu assistente e mais dois professores que estavam no andar superior".

    "Em seguida, ele abandou o edifício com o revólver em mãos. A guarda universitária estava perseguindo-o, mas depois a polícia entrou em ação e o deteve. Quatro pessoas morreram como resultado do ataque", afirmou.​

    Ademais, a agência informou que os serviços médicos chegaram ao local do incidente para prestar ajuda aos feridos.

    Mais:

    Explosão deixa feridos na capital da Armênia
    Explosão quebra gelo do rio e estilhaça vidraças de edifícios no Cazaquistão (VÍDEO)
    Explosão atinge cidade egípcia de Alexandria (FOTO)
    Atentado terrorista duplo contra mesquita deixa 9 mortos na Líbia
    Número de mortos em atentado terrorista no Egito sobe para 235
    Tags:
    feriados, mortos, fogo, ataque, universidade, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik