17:58 21 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Criança iraquiana chora ao entrar no campo de refugiados Hamam al-Alil, enquanto as forças do Iraque lutam contra os terroristas do Daesh, Iraque, março de 2017

    Governo do Iraque não sabe o que fazer com crianças do Daesh

    © REUTERS / Suhaib Salem
    Oriente Médio e África
    URL curta
    423

    O líder do Conselho para "Salvação de Anbar", Hamid al-Hais, disse à Sputnik que a tensão está aumentando nos campos de refugiados entre a população em geral e as famílias dos combatentes do Daesh.

    Anbar, província iraquiana na fronteira com a Síria, recebeu refugiados de diversas regiões. Os filhos de terroristas tem criado problemas nas comunidades, ao imitar o comportamento dos seus pais.

    "Por exemplo, no oeste da província de Anbar, nas imediações da cidade de Ramadi, há um grande campo de refugiados, dividido em duas partes. Uma para os civis, e outra para as esposas e filhos do Daesh. As crianças desse lado, em caso de situações de conflito com outras crianças, começam a atirar pedras e a chamar elas de apóstatas e de infiéis. As crianças respondem chamando as outras de terroristas e de "crias do Daesh". Os adultos acabam se envolvendo também. Isso ocorre todos os dias", disse al-Hais. 

    Segundo o interlocutor da agência, a administração local e o governo federal ainda não conseguiram apresentar propostas para solucionar esse problema. 

    Segundo ele, será necessária a criação de escolas especiais para socializar e adaptar os filhos dos terroristas.

    Hamid al-Hais argumenta que essas crianças necessitam de apoio para se integrar à sociedade e para se distanciar da doutrina imposta pelo extremismo.

    A sociedade iraquiana está pronta para receber as famílias dos terroristas, se estas se comprometerem a respeitar o costumes e as normas aceitas, garantiu o entrevistado.

    Mais:

    Crianças do Afeganistão são nova arma do Daesh
    Crianças do califado: Daesh já tem pequenos terroristas dispostos a matar
    Iraque: Daesh ensina crianças a desenhar tanques e metralhadoras
    Tags:
    refugiados, terrorismo, crianças, Daesh, Hamid al-Hais, Ramadi, Anbar, Iraque
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik