03:06 28 Maio 2018
Ouvir Rádio
    Fumaça saindo de um edifício depois de bombardeamentos na cidade de Douma, em Ghouta Oriental

    Quase 3,5 mil radicais foram retirados de Douma desde início da pausa humanitária

    © AFP 2018/ HAMZA AL-AJWEH
    Oriente Médio e África
    URL curta
    140

    Nesta terça-feira (3), mais de 1,2 mil combatentes e suas famílias foram retirados pelo corredor humanitário em Ghouta Oriental e deslocados para o norte da província de Aleppo, comunicou nesta quarta-feira (4) o Ministério da Defesa russo.

    O ministério destacou que em seu site oficial estão sendo transmitidos em tempo real os eventos do posto de controle de Muhayyam el-Vafedin, onde, conforme os acordos fechados pelo Centro Russo de Reconciliação, está sendo realizada a retirada dos combatentes das formações ilegais e suas famílias do povoado de Douma, em Ghouta Oriental. 

    "Ontem foram retirados mais 1.211 combatentes e membros de suas famílias através deste corredor humanitário. Todos os combatentes retirados foram transportados em 25 ônibus para o norte da província de Aleppo. No total, desde o início da pausa humanitária, da cidade de Douma foram retirados 3.480 combatentes e membros de suas famílias", se lê no comunicado. 

    O ministério informou também que, ao longo de toda a rota, a segurança foi garantida pela polícia síria sob controle dos oficiais do Centro Russo de Reconciliação e de representantes do Crescente Vermelho Árabe sírio. 

    "No total, desde o início das pausas humanitárias, foi organizada a retirada de 156.620 pessoas de Ghouta Oriental, com apoio do centro russo", ressaltou o Ministério da Defesa russo. 

    Por ordem do presidente russo, Vladimir Putin, e com o objetivo de evitar vítimas entre a população civil, desde 27 de fevereiro na área de Ghouta Oriental foi introduzida uma pausa humanitária diária, além de terem sido abertos vários corredores humanitários. 

    Mais:

    Exército sírio declara como libertados todas as cidades e povoados de Ghouta Oriental
    Exército sírio acha minas e granadas de possível produção israelense em Ghouta Oriental
    Quase 144 mil pessoas deixaram Ghouta Oriental desde o início das pausas humanitárias
    Tags:
    corredor humanitário, radicais, retirada, Ministério da Defesa, Ghouta Oriental, Douma, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik