10:47 21 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Forças dos EUA na Síria (foto de arquivo)

    Milícia de Raqqa dispara contra base da coalizão dos EUA no norte da Síria

    © AFP 2018 / DELIL SOULEIMAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    8180

    A milícia da cidade síria de Raqqa disparou vários morteiros contra uma base da coalizão internacional liderada pelos EUA no povoado de Ayn Issa, situado no norte da Síria, comunicou a assessoria de imprensa da milícia.

    "Após atividades de vigilância, a milícia de Raqqa realizou uma operação especial contra a sede militar dos EUA, localizada na antiga base da 93º brigada, na área de Ayn Issa, 70 quilômetros ao norte de Raqqa. Vários morteiros foram disparados contra alvos particulares sem perdas quaisquer de nosso lado", de acordo com comunicado.

    Além disso, segundo o comunicado da milícia, os militantes não suportam a presença "das forças de ocupação dos EUA, Turquia e de seus aliados no norte da Síria".

    "Não relaxem de dia ou de noite, nossa arma lhes alcançará por onde quer que vocês estejam […] a operação 'Raiva do Eufrates' começou", destacaram os militantes.

    Desde 2014, as forças dos EUA e de seus aliados vêm realizando na Síria e no Iraque a operação contra o Daesh (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países). Na Síria, essas forças agem sem autorização oficial do governo do país. A milícia de Raqqa existe desde 26 de março, com início da revolta na província contra a presença das forças dos EUA e da coalizão na área.

    Mais:

    Vista de um drone: assim está principal via síria libertada dos rebeldes (VÍDEO)
    'Não dêem um passo tão imprudente': Turquia alerta França sobre ações na Síria
    Será que 'peste negra' foi trazida ao Iraque e Síria por jihadistas mesmo?
    Tags:
    milícias, base, ataque, morteiros, disparos, Raqqa, Síria, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik