12:48 21 Agosto 2018
Ouvir Rádio
    Capacetes Brancos evacuam uma vítima em Hamra, um distrito então dominado por rebeldes em Aleppo, em 20 de novembro de 2016

    Rússia nega ataques contra áreas residenciais de Ghouta Oriental

    © AFP 2018 / THAER MOHAMMED
    Oriente Médio e África
    URL curta
    381

    O Ministério da Defesa da Rússia negou hoje relatos de possíveis ataques aéreos russos contra áreas residencias nos arredores de Damasco, que teriam provocado a morte de 37 civis.

    "A aviação russa não realiza bombardeios contra áreas residenciais de Ghouta Oriental e não usa, ao contrário da coalizão internacional liderada pelos EUA, bombas incendiárias. Os relatos disseminados pelos 'Capacetes Brancos' — fraudadores que exploram a dor humana —, assim como pelo Observatório Sírio para os Direitos Humanos, baseado em Londres, são mentiras notórias", disse a Defesa russa. 

    De acordo com residentes de Ghouta Oriental que conseguiram deixar a zona de guerra, com a ajuda do Centro Russo para a Reconciliação Síria, os representantes dos Capacetes Brancos operam apenas em áreas controladas por terroristas da Frente al-Nusra.

    "Assim, a prontidão de alguns meios de comunicação europeus para cegamente citar qualquer informação falsa dos 'Capacetes Brancos' causa perplexidade", destacou o ministério.

    Mais:

    Presidente sírio visita soldados na 'linha de fogo' em Ghouta Oriental (FOTOS, VÍDEO)
    Mais de 68.000 pessoas saíram de Ghouta Oriental desde abertura de corredores humanitários
    Tags:
    Capacetes Brancos, Frente al-Nusra, Damasco, EUA, Ghouta Oriental, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik