11:41 20 Julho 2018
Ouvir Rádio
    Patrulha dos EUA nos arredores de Manbij, Síria

    Ancara: Turquia e EUA criarão 'zona de segurança' ao redor de Manbij, na Síria

    © AP Photo/ Sem credenciais
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Conflito em Afrin (30)
    328

    O porta-voz do presidente turco Recep Tayyip Erdogan, Ibrahim Kalin, anunciou que Ancara e Washington vão criar uma "zona de segurança" ao redor da cidade síria de Manbij, se os EUA "cumprirem as promessas".

    Em uma entrevista à emissora TRT Haber, Kalin disse que o acordo é vinculativo e que a substituição do secretário de Estado dos EUA não vai mudar isso, mesmo que leve uma ou duas semanas.

    De acordo com ele, Ancara espera "limpar" Afrin dos militantes curdos "muito em breve".

    Contudo, a Turquia não tem intenção de entregar a cidade ao governo sírio depois do fim da operação militar, adicionou o porta-voz.

    A Turquia tem realizado a operação militar contra os curdos em Afrin, batizada de Ramo de Oliveira, desde 20 de janeiro. Após o início da operação, Ancara disse que os esforços militares poderiam se estender em direção da cidade vizinha de Manbij, onde os EUA têm posicionados cerca de 2.000 militares.

    Posteriormente, o ministro das Relações Exteriores turco, Mevlut Cavusoglu, exigiu que os EUA retirassem as tropas de Manbij e apelou a Washington para evitar o deslocamento das Unidades de Proteção Popular curdas (YPG) de Manbij para Afrin.

    No entanto, Joseph Votel, chefe do Comando Central, disse que os EUA não planejavam retirar as forças da cidade.

    Tema:
    Conflito em Afrin (30)

    Mais:

    Forças turcas teriam matado 5 soldados sírios
    Forças Armadas turcas cercam cidade síria de Afrin
    'OTAN protege Turquia das ameaças de mísseis da Síria'
    Tags:
    militantes, curdos, operação militar, Operação Ramo de Oliveira, Recep Tayyip Erdogan, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik