16:00 26 Abril 2018
Ouvir Rádio
    Veículo armado na cidade de Raqqa, Síria

    Rússia propõe criação de comissão internacional sobre Raqqa, diz ministro

    © AP Photo/ Asmaa Waguih
    Oriente Médio e África
    URL curta
    270

    A Rússia propõe a criação de uma comissão internacional humanitária para avaliação da situação na cidade síria de Raqqa, com base na ONU e sob direção da organização, declarou o ministro da Defesa russo, general de exército Sergei Shoigu.

    Shoigu contou que por causa da complexa situação humanitária em Raqqa, que vive uma situação epidemiológica difícil, há muitos corpos de vítimas, a cidade ainda está repleta de destroços e em algumas regiões ainda não começaram os trabalhos para removê-los devido à existência de muitas bombas que não detonaram.

    "É por isso que propomos criar no futuro mais próximo, com base na ONU e sob sua chefia, uma comissão internacional humanitária que possa examinar e avaliar o que se passa realmente em Raqqa, onde, infelizmente, ainda não deixam entrar ninguém: nem a mídia, nem organizações humanitárias", declarou ele.

    Shoigu adicionou que, por causa da situação difícil em Raqqa, lá "não começaram os trabalhos nem de prestação de ajuda humanitária, nem de recuperação, por isso as pessoas não podem regressar".

    Mais:

    Coalizão liderada por Washington reconhece morte de 841 civis em resultado de seus ataques
    Forças Democráticas Sírias dizem estar prontas contra ofensiva turca em Afrin
    Ancara: Pentágono nega criação da 'força fronteiriça' na Síria
    Tags:
    bombas, destroços, avaliação, comissão, ONU, Sergei Shoigu, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik