03:20 13 Dezembro 2019
Ouvir Rádio
    Manifestantes queimam retratos de Muammar Khaddafi em Benghazi

    Para MRE russo, intervenção da OTAN provocou conflito na Líbia

    © Sputnik / Andrei Stenin
    Oriente Médio e África
    URL curta
    641
    Nos siga no

    O conflito na Líbia é resultado da intervenção da OTAN, afirmou o chefe da chancelaria russa, Sergei Lavrov.

    Ao mesmo tempo, ele sublinhou que Rússia sempre se manifestou a favor da resolução pacífica da situação através de diálogo nacional.

    "Desde o início dos esforços internacionais dedicados para restaurar a Líbia, que foi destruída pela agressão da OTAN, que violou ilegalmente as decisões do Conselho de Segurança da ONU, nós [Rússia] manifestamos a favor de uma resolução através de diálogo nacional", destacou o ministro das Relações Exteriores da Rússia.

    Em particular, Lavrov revelou que os resultados dessa intervenção foram a chegada de militantes, contrabando de armas e ondas de migrantes ilegais que se dirigiram para outros países, provocando problemas colossais em muitos países europeus, principalmente a Itália.

    A Líbia tem se envolvido em conflitos desde a guerra civil de 2011, que resultou na queda do líder do país, Muammar Gaddafi. A parte oriental do Estado degradado pela crise é governada pelo Parlamento, com sede na cidade de Tobruk. O Parlamento é apoiado pelo Exército Nacional líbio.

    Ao mesmo tempo, o Governo Líbio do Acordo Nacional (GNA), liderado por Fayez Sarraj, opera a oeste do país e está sediado em Trípoli.

    A ausência de uma autoridade central e do exército no país transformou a Líbia em um centro de contrabando e um ponto de trânsito para os migrantes a caminho da África para a Europa.

    Mais:

    Senador russo compara posição dos EUA sobre Irã com intervenções na Líbia e no Iraque
    Alemanha termina destruição de armas químicas vindas da Líbia
    Rússia: terroristas do Daesh fogem da Síria para Líbia e Afeganistão
    França tenta intermediar processo de paz na Líbia e deposita esperanças na ONU
    Tags:
    intervenção estrangeira, migrantes, contrabando, militantes, OTAN, Sergei Lavrov, Líbia, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar