04:04 25 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Protestos antigovernamentais na Etiópia

    Etiópia proíbe adoção de crianças por estrangeiros

    © AFP 2018 / GULSHAN KHAN
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3102

    O congresso da Etiópia aprovou o banimento de adoções feitas por estrangeiros no país.

    Os congressistas justificaram a medida por receio de maus tratos às crianças após serem levadas para fora do país.

    A aprovação aconteceu após um debate considerado raro no congresso etíope, em que os deputados alegaram que o país pode não ter centros para acolhimento de crianças que consigam suportar os efeitos do banimento.

    Nos Estados Unidos, a nação africana está entre as 10 mais escolhidas para adoção de crianças, segundo dados divulgados pelo Departamento de Estado norte-americano, em 2017.

    Em novembro de 2017, os Estados Unidos notaram que as autoridades da Etiópia estavam restringindo as adoções, e notificaram o país de que seu Departamento de Estado continuaria o contato com o país para "enviar suas preocupações".

    A nova política nacional infantil da Etiópia diz que órfãos devem crescer em sua terra natal, honrando assim suas tradições e cultura.

    A atriz Angelina Jolie está entre os casos mais conhecidos de estrangeiros que adotaram crianças etíopes.

    As informações são da agência Associated Press.

    Mais:

    Antiga 'cidade de gigantes' foi descoberta na Etiópia (FOTO)
    Onda de frio atinge África e cobre o deserto do Saara com neve (FOTOS)
    Acidente de trem provoca dezenas de feridos na África do Sul (FOTOS, VÍDEO)
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik