09:38 13 Dezembro 2018
Ouvir Rádio
    Mahmud Abbas em junho de 2016

    EUA perderam seu papel de mediador no Oriente Médio, diz presidente da Palestina

    © AFP 2018 / Thierry Charlier
    Oriente Médio e África
    URL curta
    A aventura da capital de Israel (89)
    5131

    O presidente da Palestina, Mahmoud Abbas, afirmou nesta quarta-feira (13) durante a Cúpula da Organização para a Cooperação Islâmica (OCI) que os Estados Unidos não estão mais aptos para mediar os conflitos no Oriente Médio.

    A declaração marca uma mudança radical na política externa palestina após décadas buscando proximidade com Washington.

    A Cúpula OCI reúne 48 países em Istambul, na Turquia, para organizar uma resposta conjunta à decisão do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, de reconhecer Jerusalém como capital de Israel. 

    O líder palestino afirmou que a medida de Trump é um "crime" que atrapalha as negociações de paz.

    "Os Estados Unidos escolheram perder sua qualificação como mediador… Não vamos mais aceitar que tenha um papel no processo político", disse Abbas, sugerindo que a mediação deve ser feita pela Organização das Nações Unidas (ONU).

    A declaração final da OCI classificou a decisão de Trump como "nula e sem efeito" e pediu sua reconsideração já que ela pode "desencadear o caos na região". O documento também reconheceu Jerusalém Oriental como capital da Palestina.

    No discurso de abertura da OCI, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, chamou Israel de "Estado terrorista".

    Tema:
    A aventura da capital de Israel (89)

    Mais:

    Queda de braço por Jerusalém está acirradíssima
    Países muçulmanos reconhecem Jerusalém Oriental como capital da Palestina
    Tillerson revela quando embaixada dos EUA será transferida para Jerusalém
    Erdogan propõe reconhecimento de Jerusalém como capital da Palestina
    Hamas anuncia o início da terceira 'Intifada' contra a decisão dos EUA sobre Jerusalém
    'Sangue e caos': príncipe saudita chama Trump de 'oportunista' por decisão sobre Jerusalém
    Reunião dos países árabes: é possível castigar EUA por causa de Jerusalém?
    Netanyahu: decisão de Trump sobre Jerusalém é reconhecimento da realidade
    Tags:
    ONU, Recep Tayyip Erdogan, Donald Trump, Mahmoud Abbas, Palestina, Israel, Estados Unidos
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik