23:14 20 Janeiro 2018
Ouvir Rádio
    Construções danificadas por ataques aéreos no Iêmen, na província de Saada

    EUA matam dezenas de terroristas em bombardeios no Iêmen

    © REUTERS/ Stringer
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Crise no Iêmen: rebeldes houthis matam antigo aliado e ex-presidente Ali Abdullah Saleh (23)
    770

    As Forças Armadas norte-americanas eliminaram dezenas de militantes do grupo extremista Daesh em ataques contra dois campos de treinamento de jihadistas no Iêmen, segundo anunciou o Departamento de Defesa dos Estados Unidos.

    De acordo com o Pentágono, os campos, localizados na província de Al-Bayda, estavam sendo utilizados para ensinar aos terroristas como realizar ataques com rifles AK-47, metralhadoras e lançadores de granada. 

    A Defesa americana, conforme relatou a Reuters, justificou os bombardeios dizendo que o Daesh tem utilizado áreas desgovernadas do território iemenita para recrutar e treinar militantes e planejar ataques terroristas contra os Estados Unidos e seus aliados ao redor do mundo.

    "Em coordenação com o governo do Iêmen, as forças dos EUA estão apoiando operações de contraterrorismo no Iêmen contra o ISIS (Daesh) e a AQAP (Al-Qaeda na Península Arábica) para degradar a habilidade dos grupos para coordenar ataques terroristas externos e limitar sua habilidade para manter territórios tomados do legítimo governo do Iêmen", disse o Pentágono.

    Tema:
    Crise no Iêmen: rebeldes houthis matam antigo aliado e ex-presidente Ali Abdullah Saleh (23)

    Mais:

    Mídia: Iêmen lança míssil balístico contra Arábia Saudita
    Presidente do Irã acusou Arábia Saudita de apoiar terroristas no Iêmen e na Síria
    'Erro técnico', diz coalizão militar sobre bombardeio que matou 14 civis no Iêmen
    Tags:
    terroristas, ISIS, Reuters, Daesh, Pentágono, EUA, Iêmen, Al-Bayda
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik