14:22 18 Julho 2019
Ouvir Rádio
    Combatentes das Forças Democráticas da Síria se preparam para disparar contra posições do Daesh na província de Raqqa, na Síria

    Coalizão internacional liderada pelos EUA permite que Daesh fuja de Raqqa

    © REUTERS / Rodi Said
    Oriente Médio e África
    URL curta
    19221

    Os militantes do Daesh, organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países, vão deixar Raqqa cercada após chegar a um acordo com as Forças Democráticas da Síria, que se manifestam leais à coalizão internacional liderada pelos EUA, comunica a mídia internacional.

    Segundo disse à Reuters Omar Allush, membro do conselho municipal de Raqqa, foi permitido que os terroristas deixem a cidade na noite de 15 de outubro. Ao mesmo tempo, eles planejam levar consigo cerca de 400 civis como escudo humano.

    Ele adiantou que na cidade permanecem ainda combatentes estrangeiros do Daesh, cujo número preciso se desconhece.

    Os terroristas conquistaram Raqqa em 2013 e, desde então, ela tem sido considerada como capital do autoproclamado califado do Daesh. Em junho, a coalizão internacional liderada pelos EUA começou o assalto da cidade.

    Mais:

    Coalizão dos EUA deixou de bombardear região de Deir ez-Zor, mas continua em Raqqa
    84 civis em 2 ataques: coalizão liderada pelos EUA causa mais vítimas perto de Raqqa
    Forças Democráticas da Síria libertam por completo Cidade Velha de Raqqa
    Tags:
    reconquista, Daesh, Forças Democráticas da Síria, EUA, Síria, Raqqa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar