20:55 15 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    251
    Nos siga no

    O Ministério da Defesa da Rússia desmentiu informações sobre a morte de 150 civis na província síria de Idlib em resultado de ataques aéreos russos, comunicou o representante oficial do ministério russo, o major-general Igor Konashenkov.

    Anteriormente, a agência Reuters comunicou sobre a morte de mais de 150 civis na província síria de Idlib na última semana, alegadamente, devido a ataques das forças governamentais da Rússia e da Síria. 

    "A 'Defesa Civil' síria, citada pela agência britânica Reuters, comunicando sobre possíveis vítimas civis, trata-se dos Capacetes Brancos [ONG que opera na Síria e se opõe ao governo oficial do país]. A tentativa dos britânicos de torná-los em fontes objetivas de informação não passa de uma manipulação para amadores", afirmou Konashenkov.

    Ele acrescentou também que os aviões da Força Aeroespacial da Rússia não atacam povoados:

    "Os aviões da Força Aeroespacial da Rússia, para não causar vítimas entre civis, não realiza ataques nas áreas povoadas. Os alvos correspondem a bases terroristas, equipamento militar, armazéns de munições, detectados por meio de veículos aéreos não tripulados e necessariamente confirmados por outros canais", frisou o major-general.

    Mais:

    Analista russo: na base em Djibuti China levou em conta experiência do Iraque e Síria
    Mídia: Rússia dá xeque-mate nos EUA na questão síria
    5 terroristas que organizaram ataque contra militares russos são eliminados na Síria
    Tags:
    ataques aéreos, terroristas, Força Aeroespacial da Rússia, Igor Konashenkov, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar