03:34 24 Outubro 2017
Ouvir Rádio
    Bandeiras de Curdistão. (File)

    Por que Israel defende criação do Curdistão?

    © AFP 2017/ FABRICE COFFRINI
    Oriente Médio e África
    URL curta
    103234250

    O especialista iraquiano na área de defesa, Ahmed al-Sharifi, falou com a Sputnik Árabe sobre sua posição quanto ao projeto para criação do Curdistão que, para ele, "é direcionado contra o Iraque e Síria para garantir água e energia para Israel".

    Desde 2005, Benjamin Netanyahu, primeiro-ministro israelense, fala sobre a necessidade de construir um oleoduto de Kirkuk e Mossul através da Síria ao mar Mediterrâneo para abastecer Israel com uma fonte permanente de energia.

    "O objetivo da criação do Daesh seria substituir os regimes no Iraque e na Síria por pró-americanos. É vantajoso para Israel ser aliado dos EUA na região. Além disso, isso ajudaria Israel a controlar os fluxos de petróleo e fontes de água. Ele teria vizinhos leais no golfo Pérsico até a bacia do mar Mediterrâneo. A firmeza dos sírios na guerra atual impediu que esses planos se concretizassem. Por isso foi organizado o ‘projeto curdo’ para dividir a Síria e o Iraque", explica.

    O especialista ressaltou resposta reservada e bem-pensada de Bagdá. "As pessoas que tomam decisões em Bagdá tentam ser muito diplomáticas, resolver o problema através do diálogo. O governo iraquiano não pretende que o problema do Curdistão se torne internacional".

    O brigadeiro-general sírio Haisam Hassun disse à Sputnik Árabe que "o exército sírio já começou a travar a luta contra a ameaça curda na Síria, que é guiada por diretores norte-americanos. Antes de qualquer coisa, trata-se do deslocamento de forças à beira oriental do Eufrates. Os planos futuros seriam retomar controle das terras controladas pelas Forças Democráticas Sírias (SDF). Podem ser considerados como um ramo do Daesh, pois ocuparam terras sírias ilegalmente".

    De acordo com o general sírio, as Forças Democráticas Sírias não servem aos interesses do seu país e no futuro as terras sob o seu controle devem passar aos curdos. Por isso o exército da Síria, com apoio da aviação russa, está lutando contra estes planos israelenses para precaver ameaça curda no futuro.

    Mais:

    Curdistão vai realizar referendo de independência mesmo com pressão internacional
    Por que Israel seria o primeiro país a reconhecer independência do Curdistão?
    Turquia descarta reconhecimento de Curdistão independente
    Tags:
    ocupação, oposição, terrorismo, curdos, Forças Democráticas da Síria, Curdistão, Oriente Médio
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik