21:17 25 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Sumbarino russo Kolpino

    Submarinos russos atacam com mísseis posições do Daesh na Síria (VÍDEO)

    © Sputnik/ Aleksei Danichev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    153807281

    Os submarinos da Marinha russa Veliky Novgorod e Kolpino dispararam mísseis de cruzeiro Kalibr contra vários pontos do Daesh, declara o Ministério da Defesa da Rússia.

    "Os pontos terroristas foram atacados com sete mísseis de cruzeiro", informa o comunicado do ministério.

    De acordo com o ministério russo, os submarinos Veliky Novgorod e Kolpino do projeto 636.3 dispararam mísseis de cruzeiro Kalibr contra as posições dos jihadistas na Síria.

    Segundo a informação divulgada, a distância entre submarinos e as posições do Daesh (organização terrorista proibida na Rússia) foi entre 500 e 670 km. 

    Os serviços de controle russos confirmaram que "todos os alvos planejados foram eliminados".

    © Sputnik.
    Submarinos russos lançam mísseis Kalibr contra alvos do Daesh

    Em particular, "postos de comando e de comunicação, armazéns de armamentos e munições terroristas nos bairros controlados pelo Daesh ao sudeste da cidade de Deir ez-Zor".

    Mais cedo, o Ministério da Defesa da Rússia comunicou que na manhã do dia 5 de setembro, a fragata Admiral Essen da Frota do Mar Negro da Rússia, que está cumprindo missões no mar Mediterrâneo, disparou mísseis de cruzeiro Kalibr contra alvos do grupo terrorista Daesh perto da cidade síria de Deir ez-Zor.

    Mais:

    Especialista: Kalibr russos reduziram fortificações terroristas na Síria a cinzas (VÍDEOS)
    Que motivos levaram a Rússia a disparar mísseis Kalibr na Síria?
    Fragata russa Admiral Essen dispara mísseis contra Daesh na Síria
    Falta libertar apenas 15% do território sírio para vencer Daesh, diz general russo
    Tags:
    combate ao terrorismo, posto de comando, submarinos russos, mísseis de cruzeiro, posições, munição, alvos, armazém, armamentos, Kolpino, Kalibr, Daesh, Ministério da Defesa (Rússia), Deir ez-Zor, Síria, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik