13:51 24 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Hassan Rouhani, presidente do Irã

    Presidente do Irã acusou Arábia Saudita de apoiar terroristas no Iêmen e na Síria

    © AP Photo / Vahid Salemi
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Crise no Iêmen: rebeldes houthis matam antigo aliado e ex-presidente Ali Abdullah Saleh (23)
    5190

    O presidente do Irã, Hassan Rouhani, declarou que a Arábia Saudita deve deixar de apoiar terroristas no Iêmen e na Síria, informou Reuters.

    "A interferência da Arábia Saudita no Iêmen e o seu apoio aos terroristas no Iêmen e na Síria são o principal obstáculo para a melhora das relações entre Teerã e Riad. Arábia Saudita deve cessar o apoio aos terroristas", disse Rouhani durante uma entrevista para uma emissora de TV iraniana.

    O conflito armado no Iêmen teve início em 2014. Os rebeldes houthis, do movimento xiita Ansar Allah e leais ao ex-presidente Ali Abdullah Saleh, bem como uma parte do exército, combatem contra tropas e milícias do presidente, Abd Rabbuh Mansur Al-Hadi, que foi derrubado e fugiu para a Arábia Saudita.

    Mais de 8.160 pessoas foram mortas e 46.300 feridos em ataques aéreos e combates no Iêmen desde que a coalizão liderada pelos sauditas começou sua investida em 2015, de acordo com números da ONU.

    Tema:
    Crise no Iêmen: rebeldes houthis matam antigo aliado e ex-presidente Ali Abdullah Saleh (23)

    Mais:

    Impasse no Golfo: Qatar restaura laços com o Irã, rival da Arábia Saudita
    Irã e Arábia Saudita iniciam reaproximação
    Arábia Saudita pede ajuda do Iraque para lidar com o Irã
    'Com Irã não se brinca': uma mensagem clara a Israel, EUA e Arábia Saudita
    Irã acusa Arábia Saudita de estar por trás dos atentados de Teerã
    Tags:
    relações bilaterais, terrorismo, Hassan Rouhani, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar