09:08 23 Setembro 2018
Ouvir Rádio
    Su-22 da Força Aérea Síria, arquivo

    Chancelaria síria pede que ONU condene assassinato de civis por coalização internacional

    © Sputnik / Ilia Pitalev
    Oriente Médio e África
    URL curta
    24102

    As autoridades sírias enviaram cartas ao Conselho de Segurança da ONU e ao secretário-geral da ONU exigindo a condenação dos ataques aéreos da coalização internacional liderada pelos Estados Unidos que mataram civis, informou o Ministério das Relações Exteriores da Síria nesta quarta-feira (2).

    "A coalizão internacional está matando civis e destruindo a infraestrutura que o povo sírio construiu em sangue e suor", disse o comunicado da chancelaria síria.

    Na semana passada, a agência estatal de notícias SANA informou que vários ataques aéreos da coalizão liderada pelos EUA na região nordeste do país mataram 30 civis.

    Há, também, relatos da imprensa de que em 28 de junho os aviões da coalizão internacional mataram 90 civis, incluindo mulheres e crianças.

    A coalizão liderada pelos EUA é composta por 68 nações e tem conduzido ataques aéreos contra o grupo terrorista Daesh na Síria e no Iraque desde 2014. Os bombardeios na Síria não são autorizadas pelo governo do presidente Bashar Assad ou pelo Conselho de Segurança da ONU. 

    Mais:

    Ministério da Defesa russo desmente número de militares mortos na Síria indicado por mídia
    Israel não planeja devolver Colinas de Golã à Síria
    Defesa antissabotagem é instalada na base da Marinha russa em Tartus na Síria
    Curdos desmentem nova entrada de tropas turcas no norte da Síria
    Síria pressiona ONU por morte de civis em ataque da coalizão liderada pelos EUA
    Ataques da coalizão liderada pelos EUA matam pelo menos 10 civis na Síria
    Quem controla a Síria?
    Tags:
    Conselho de Segurança da ONU, ONU, Ministério das Relações Exteriores da Síria, Bashar Assad
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik