06:03 26 Setembro 2017
Ouvir Rádio
    Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker

    Juncker: Países da UE não estão contribuindo o suficiente com fundo de apoio à África

    © AP Photo/ Yves Logghe
    Oriente Médio e África
    URL curta
    312902

    Os Estados membros da União Europeia não estão cumprindo seus compromissos financeiros com o Fundo de Apoio de Emergência da UE para a África, estabelecido para lidar com as crises migratórias da região, afirmou o presidente da Comissão Européia, Jean-Claude Juncker, nesta sexta-feira (23).

    "Os Estados membros [da UE] não estão colaborando o suficiente", disse Juncker em conferência de imprensa após a cúpula do Conselho Europeu em Bruxelas.

    A Comissão Europeia foi convidada a fornecer 1,8 bilhõe de euros ao fundo, observou Juncker. Ele enfatizou que a comissão aumentou sua contribuição para até US$ 2,9 bilhões, enquanto os Estados membros se comprometeram a alocar mais de US$ 220 milhões — mas pagaram apenas US$ 99,6 milhões. "Isso não é aceitável e exorto os colegas a fazer mais", afirmou Juncker.

    O Fundo de Apoio de Emergência da UE para a África foi estabelecido durante a cúpula do organismo europeu em 2015, em Valleta, capital de Malta. O fundo disponibiliza recursos para as crises migratórias na região do Lago Chade, Chifre da África e África do Norte, abrangendo um total de 23 países.

    Mais:

    Por que criação do exército comum da UE não passa de 'pura fantasia'?
    Na Europa, maioria dos cidadãos acha possível novas saídas da UE
    Especialista: UE pode causar maior desastre de sua história ao enviar tropas para o Iraque
    Ameaças da UE à carne brasileira: conversa para boi dormir
    Presidente da Comissão da UE: compreensão de política de Trump é diferente da nossa
    Tags:
    União Europeia, Jean-Claude Juncker
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik