21:36 21 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Soldados turcos

    Ministro turco: tropas de Ancara no Qatar garantem segurança regional

    © AFP 2019 / OZAN KOSE
    Oriente Médio e África
    URL curta
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)
    550

    A base militar turca no Qatar garante a segurança em toda a região do Golfo Pérsico e não serve aos interesses de um país concreto, declarou o ministro das Relações Exteriores da Turquia, Mevlut Cavusoglu, durante uma coletiva de imprensa com o seu colega do Bahrein, Khalid bin Ahmed Al Khalifa.

    Segundo a Reuters, Cavusoglu também declarou que a Turquia seguirá desenvolvendo os esforços no sentido de solucionar a crise diplomática envolvendo o Qatar.

    Segundo o chefe da diplomacia turca, o presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, comunicou ao ministro das Relações Exteriores do Bahrein que as divergências entre o Qatar e outros países árabes deve ser solucionado até o final do mês sagrado de Ramadã.

    No dia 7 de junho, o parlamento da Turquia aprovou uma lei, permitindo o deslocamento de tropas turcas em uma base militar no Qatar, no âmbito de um programa de treinamento de policiais naquele país.

    Mais cedo, um representante do ministério das Relações exteriores da Turquia confirmou à Sputnik a intensão de Ancara e de Doha de criar uma base militar turca no Qatar. As tropas turcas serão deslocadas para a nova base no âmbito de um acordo de cooperação na área de segurança, assinado entre os dois países em 2015.

    Na segunda-feira, a Arábia Saudita, seguida por uma série de países árabes, incluindo o Bahrein, o Egito e os Emirados Árabes, anunciou o rompimento de relações diplomáticas com o Qatar. O presidente da Turquia, na ocasião, pediu por diálogo e declarou que o seu país não apoia o isolamento do Qatar e que pretende a desenvolver as relações bilaterais com Doha.

    Tema:
    Ruptura de relações diplomáticas com Qatar (67)
    Tags:
    base militar, Mevlut Cavusoglu, Qatar, Turquia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar