03:00 20 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    21160
    Nos siga no

    O presidente russo, Vladimir Putin, premiou vários militares das Forças de Operações Especiais por terem repelido ataque de centenas de combatentes na Síria. Um dos militares russos foi condecorado com o título de Herói da Federação da Rússia, informa o programa Vesti da televisão russa.

    Os comandantes foram premiados pelo êxito da operação contra os jihadistas da Frente Fatah al-Sham (organização terrorista proibida na Rússia), realizada em Aleppo, na Síria.

    Um comandante das Forças de Operações Especiais, que estava entre os premiados, falou sobre o equilíbrio de forças em combate para um jornalista do canal de TV Zvezda.

    Segundo o militar, cujo nome não foi indicado, durante dois dias, 16 russos repeliram ataques terroristas de 300 militantes sírios, que estavam tentando se posicionar em pontos estratégicos.

    Os terroristas sírios usaram morteiros, tanques, veículos blindados e escavadeiras, que foram explodidos por motoristas-bomba. No entanto, todas as tentativas fracassaram, perdendo dezenas de integrantes e sendo obrigados a abandonar a área, enquanto os russos não sofreram perdas.

    "Saímos do combate sem perdas graves por estarmos bem posicionados e bem protegidos. Além disso, temos uma grande vantagem em armamento, inclusive miras térmicas. Tudo isto contribuiu para nosso sucesso", explicou o militar, destacando o papel decisivo dos soldados cumpridores de tarefas.

    Ele também mencionou o bom equipamento dos jihadistas, nomeadamente, uniforme importado e câmeras GoPro, instaladas em capacetes.

    "Os sírios não têm dinheiro para se equipar deste modo. No campo de batalha também se comportavam de uma maneira que demonstrava boa preparação. E além das armas soviéticas e chinesas, tinham as estadunidenses e israelenses", acrescentou.

    As Forças de Operações Especiais do Ministério da Defesa possuem o nível mais alto de todas as unidades especiais do Exército. São destinadas principalmente a operações de inteligência ou subversivas.

    Mais:

    Bomba explode em Aleppo causando 6 mortos e 32 feridos
    Rússia envia 6 toneladas de ajuda humanitária a residentes de Aleppo
    Tags:
    Síria, Rússia, Aleppo, Forças Armadas da Rússia, Forças de Operações Especiais Russas, combate ao terrorismo, jihadistas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar